Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / EITA!

Fernanda Nobre revela se marido pode engravidar outra mulher: "Lealdade"

Atriz que vive um relacionamento aberto com o marido explicou como é o pacto entre o casal; veja

Redação Contigo! Publicado em 29/11/2021, às 10h23

Em casamento aberto, Fernanda Nobre revela o que faria se marido engravidasse outra - Reprodução/Instagram
Em casamento aberto, Fernanda Nobre revela o que faria se marido engravidasse outra - Reprodução/Instagram

Vivendo um relacionamento aberto, a atriz Fernanda Nobre contou o que faria se o marido engravidasse outra mulher. Em entrevista, ela esclareceu detalhes da dinâmica do relacionamento e disse que caso a situação acontecesse, seria "inconcebível".

Ela está de volta ao horário nobre da TV após vários anos. A atriz é uma das estrelas de Um Lugar ao Sol, novela exibida pela Globo.

"Na minha concepção, engravidar outra mulher é inconcebível. É uma quebra grave do pacto de lealdade com meu companheiro. Cada casal tem o seu pacto, inclusive as pessoas que são monogâmicas. Mas a ideia que as pessoas tradicionalmente têm de traição costuma ser diferente da minha. O conceito de fidelidade é muito arraigado de moralidade. Eu prefiro falar em lealdade", afirmou ela ao jornal 'Extra'.

Para a publicação, a atriz também esclareceu como foi quem os dois tomaram a decisão de abrir o relacionamento. Eles estão juntos há 9 anos. 

"É a minha primeira vez, sim. Dele, também. Este ano, completamos nove anos juntos. A gente começou a abrir o relacionamento faz uns três anos, depois que ouvimos pessoas à nossa volta falando sobre isso, experimentando. Achamos curioso e interessante. Paralelamente, desde 2015, eu venho estudando sobre o feminismo. Entrei nesse assunto de uma maneira intensa e apaixonada. Pelo estudo histórico da evolução da mulher na humanidade, entendi que a monogamia foi algo construído para nos controlar", explicou.

AO BIAL, DETALHES

Recentemente, em sua participação no programa Conversa com Bial, a atriz explicou que a decisão do casal de transformar a união em um casamento aberto veio, especialmente, com os estudos relacionados à liberdade da mulher.

“Na verdade, é tudo em prol do diálogo, da liberdade entre duas pessoas que se gostam”, comentou com Pedro Bial.