Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / POLÊMICA

Fernanda Concon critica discurso de Ministro da Educação: "Chega a ser uma piada"

A interprete de Alícia, na novela infantil Carrossel, compartilhou um vídeo detonando o Ministro da Educação por manter a data inicial do Enem

Redação Contigo! Publicado em 14/05/2020, às 14h44 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

A interprete de Alícia, na novela infantil Carrossel, compartilhou um vídeo detonando o Ministério da Educação - Reprodução/Instagram
A interprete de Alícia, na novela infantil Carrossel, compartilhou um vídeo detonando o Ministério da Educação - Reprodução/Instagram

Fernanda Concon, interprete de Alícia, na novela infantil Carrossel, exibida em 2012, no SBT, compartilhou um vídeo detonando o Ministério da Educação.

Fernanda Concon usou suas redes sociais para criticar o discurso do Ministério do Educação, em que o ministro Abrahan Weintraub decidiu manter a data inicial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) mesmo com a pandemia provocado pelo novo coronavírus.

No vídeo, Fernanda diz que não acreditar nessa decisão: "Chega a ser uma piada", alfinetou a atriz, que atualmente estuda Relações Internacionais na PUC, em São Paulo.

"Se você tem o mínimo de entendimento sobre o que tá rolando no mundo e principalmente no Brasil agora... Se você tem o mínimo de compreensão sobre realidade social no nosso país, você vai entender sobre o que tô falando e vai entender sobre o que tô falando e vai entender a minha indignação ao comentar sobre isso com vocês", começou ela.

"Vim falar sobre o Enem 2020 sim. Foi uma coisa que vocês me pediram muito, mas mesmo se ninguém tivesse me pedido eu sinto que eu tenho uma responsabilidade com vocês. Eu tenho um dever a cumprir com vocês como estudante, como brasileira, como influenciadora."

Fernanda ressaltou que sempre falou sobre educação em suas redes sociais:

"Tenho essa responsabilidade de me posicionar junto com vocês sobre esse descaso que foi divulgado pelo Ministério da Educação. Chega a ser uma piada", disparou.

"Quando rola uma coisa dessas, nós influenciadores temos responsabilidade de dar a cara a tapa aqui, dar a voz a muita gente que não é escutada. Seria muito fácil falar: 'Ah, eu tenho a minha universidade privada, meu EAD tá funcionando, então nem vou falar sobre isso'. Na minha cabeça isso é incabível", afirmou a atriz.

A estudante ainda contou que fez uma pesquisa antes de gravar o vídeo e desabafou sobre o governo atual:

"O que está rolando hoje com o Ministério da Educação nada mais é do que um reflexo do governo que a gente vive, que dá abertura para coisas desse tipo, que já mostrou que não liga para a população brasileira. Uma hora é um "e daí?para 5 mil mortos, outra hora é um "estude como puder" para 13,5 milhões de pessoas em extrema pobreza", conclui a atriz.

Confira: