Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO

Ex-âncora do Cidade Alerta, João Leite Neto morre aos 80 anos após luta contra o câncer

João Leite Neto morre aos 80 anos após ficar hospitalizado para tratar um câncer; veja

Laura Vicaria

por Laura Vicaria

lvicaria@editoracaras.com.br

Publicado em 07/11/2023, às 20h26

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ex-âncora do Cidade Alerta, João Leite Neto morre aos 80 anos após luta contra o câncer - Reprodução/RecordTV
Ex-âncora do Cidade Alerta, João Leite Neto morre aos 80 anos após luta contra o câncer - Reprodução/RecordTV

O jornalista João Leite Neto faleceu nesta terça-feira (7) aos 80 anos. Conhecido por ter sido apresentador do Cidade Alerta (RecordTV) durante a década de 90, o jornalista estava internado há 1 mês para seguir um tratamento contra um câncer. As informações foram dadas pelo G1.

A família também lamentou a perda do comunicador, mas não deu detalhes sobre a morte. "É com profundo pesar que informamos o falecimento do renomado jornalista João Leite Neto, ex-apresentador do programa 'Cidade Alerta'. João dedicou sua vida ao jornalismo, informando e guiando a população com sua voz carismática e sua paixão pela verdade", começaram.

"Seu legado perdurará na memória de todos aqueles que acompanharam sua carreira brilhante e sua dedicação incansável a contar as histórias que moldam o nosso mundo. João Leite Neto foi um verdadeiro mestre na arte de comunicar, tocando corações e mentes com suas palavras. A perda de João Leite Neto deixa um vazio no mundo do jornalismo, mas seu legado permanecerá vivo em nossos corações. Descanse em paz, querido amigo. Você fará muita falta", finalizaram.

Além do Cidade AlertaJoão Leite Neto também apresentou o Aqui Agora e chegou a ser repórter da TV Globo por um tempo.

DIA MARCADO POR PERDAS

Luana Andrade teve sua causa da morte revelada nesta terça-feira (7) pelo Hospital São Luiz do Itaim, localizado no bairro da Vila Nova Conceição, em São Paulo. Ao contrário do que foi dito anteriormente, ela não faleceu durante uma cirurgia de lipoaspiração, mas sim após o procedimento ser interrompido.

"O Hospital São Luiz do Itaim informa que a paciente Luana Andrade foi internada, acompanhada por seus familiares, na tarde desta segunda-feira (6/11) na unidade para procedimento de lipoaspiração, realizado por cirurgião e anestesista particulares contratados pela família", começou o documento.

Durante a operação, Luana começou a apresentar dificuldades: "Transcorridas aproximadamente duas horas e meia de cirurgia, a paciente apresentou intercorrência abrupta respiratória e teve uma parada cardíaca, sendo imediatamente reanimada pela equipe".

Siga a Contigo! no Instagram.