Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / COMO ASSIM?

Ela é exigente! Fernanda Lima lista as seis regras que colocou na criação dos filhos: "O negócio é dar limite"

Em seu programa no canal a cabo GNT, ela contou como controla uso do celular, internet e incentiva atividades artísticas

Redação Contigo! Publicado em 14/05/2021, às 10h17

Ela é exigente! Fernanda Lima lista as seis regras que colocou na criação dos filhos: "O negócio é dar limite" - Reprodução/TV Globo
Ela é exigente! Fernanda Lima lista as seis regras que colocou na criação dos filhos: "O negócio é dar limite" - Reprodução/TV Globo

A apresentadora Fernanda Lima contou no Bem Juntinhos desta quinta-feira (13) que colocou regras rígidas para tentar controlar a relação dos filhos com a internet, celulares e telas.

Em um vídeo, ela revelou que estabeleceu junto com o marido Rodrigo Hilbert seis pontos que ela considera essencial para tentar manter uma relação saudável. 

"A gente fez algumas regras para a coisa não ficar muito solta", contou ela que revelou cada um dos pontos que incluem controle no acesso aos conteúdos, tempo para uso do celular, proibição do uso durante as refeições e imposição de outras atividades.

"Nem sempre a gente acerta, mas o negócio é dar limite para as crianças porque eles pedem. E sempre abrir espaço para o diálogo", defendeu ela.

Veja abaixo as seis regras utilizadas na criação dos gêmeos João e Francisco.

"Então a primeira regra é: de madrugada não podem usar a internet. É um pacto que não tem discussão. Quando é hora de dormir eles desligam tudo.

Segunda regra é: não usamos celular na mesa de jantar. Nem celular, nem televisão, nenhum tipo de tela, eletrônico. A gente foca na comida e na interação.

Terceira regra: a gente coloca regra parental nos celulares e computadores com palavras que a gente considera impróprias para a idade deles.

Quarta regra: limitamos o número de horas na frente das telas. Nos dias de semana quando tem aulas eles ficam menos tempo, mas nos finais de semana eu deixo um pouco mais.

Quinta regra é: a gente barganha atividades intelectuais, artísticas, lúdicas em troca de tempos de tela. Então eles tem que fazer uma redação, ler um livro, construir algo diferente, dançar, praticar um esporte, enfim, ativar outras áreas do cérebro.

Sexta e última regra: depois de muito tempo de tela elas ficam muito alteradas e eu sinto um pouco de agressividade. Quando isso acontece eu sento com eles e proponho três minutos de respiração. Depois que a gente passa por esse momento a energia fica mais tranquila.

ABRIU O CORAÇÃO

A apresentadora Fernanda Limaconfessou em uma live nas redes sociais que tinha sim uma personalidade difícil. Em um momento bem sincero, ela declarou que era "invocada".

"Eu já fui mais invocada, sabe, bem mais invocada. De brigar por besteira, de me irritar por bobagem, de gritar no trânsito, até por questões que eu achasse que eram justas", contou ela numa conversa com o médico Matheus Macedo.