Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / TRISTEZA

Desabafo de Betty Gofman aos 57 anos repercute na classe artística: "Me dói muito"

Desabafo de Betty Gofman gera grande repercussão e apoio de muitas famosas; ela questionou padrões de beleza

Redação Contigo! Publicado em 13/05/2022, às 05h33

Desabafo de Betty Gofman aos 57 anos repercute na classe artística: "Me dói muito" - Reprodução/TV Globo
Desabafo de Betty Gofman aos 57 anos repercute na classe artística: "Me dói muito" - Reprodução/TV Globo

A atriz Betty Gofman fez um desabafo sobre o aumento da pressão estética sobre as atrizes mais jovens. Em uma live com Veronica Debom, ela disse que estranha a mudança drástica no visual que elas experimentam desde muito jovens.

"Você olha essas redes sociais dessas meninas que eram lindas e estão se transformando e não param de mexer, a única coisa que elas postam é beleza, a cara bonita, o corpo,a bunda. Sabe? Me dói! Não é uma crítica. É uma constatação. Sinceramente, me dói muito", afirmou ela.

Aos 57 anos, a atriz disse que não acredita que as mudanças sejam uma escolha consciente.

"Escolhas? Será? Ou escravidão para que façamos parte de um padrão de beleza impossível e que muitas vezes nos enfeia, ao invés de embelezar?", questiona ela.

A atriz defende que o que se busca é uma padronização.  "E que nos padroniza como produto em série de uma fábrica? Sim, gosto não se discute, mas tentar entender qual o nosso papel neste mundo, para onde estamos indo, por que estamos indo, pra que estamos indo. Os tais significados e prioridades. O que muitas mulheres chamam de escolhas, na verdade são amarras. Que bom que podemos pensar, questionar e assim ficar mais inteligentes e consequentemente mais bonitas", afirmou.

Ao final, ela disse que é importante ser vaidosa, mas que também é preciso desenvolver outras habilidades. "Adoro me cuidar, cuidar da minha saúde, mas me sinto mais bonita quando me sinto mais inteligente, quando termino de ler um livro maravilhoso, ver um filme ou uma série incrível, ouvir alguém inteligente falando e nos fazendo pensar. Aí o espelho brilha pra mim! Isso é plenitude".