Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / NÃO AGUENTOU!

Demitido, Maurício Souza avalia saída do Brasil após ser acusado de homofobia: "Medo"

O jogador de vôlei perdeu a vaga do Minas Tênis Clube e está afastado da Seleção Brasileira após fazer posts com teor homofóbico nas redes sociais

Redação Contigo! Publicado em 01/11/2021, às 08h29

Demitido, Maurício Souza avalia saída do Brasil após polêmica envolvendo homofobia: "Medo" - Reprodução/YouTube
Demitido, Maurício Souza avalia saída do Brasil após polêmica envolvendo homofobia: "Medo" - Reprodução/YouTube

O jogador de volêi Maurício Souza está quase de malas prontas para deixar o Brasil. Após ser demitido do Minas Tênis Clube por fazer publicações que renderam acusações de homofobia, o atleta pretende se mudar do país.

Em entrevista ao canal Pilhado, do YouTube, o jogador afirmou que já está negociando com times do exterior - ele acredita que se permanecer no Brasil, os clubes sofrerão pressão de manifestantes LGBTQIA+.

"Estamos com algumas opções [propostas de clubes] aqui no Brasil e no exterior. Meu empresário está com medo de eu ficar aqui no Brasil. Talvez, a melhor opção seja sair do país mesmo. Aqui no Brasil, qualquer time que eu vá vai ter pressão da ‘galerinha da lacrolândia’", disparou ele.

Maurício também teme pelos colegas de profissão, que podem acabar pagando pelo seu erro. "Eu também tenho medo de ficar aqui no Brasil. Não por mim, mas pelos meus colegas de equipe. Se o time não tiver uma estrutura muito forte junto com os patrocinadores para aguentar essa pressão, vai ser difícil. Como que o grupo lidaria com isso? Como que seria a minha aceitação dentro desse grupo? Então, prefiro nem pagar para ver", finalizou.

Para quem ainda não sabe, o jogador se envolveu em uma polêmica nas últimas semanas após fazer posts controversos nas redes sociais que foram apontados como homofóbicos - em um deles, o atleta se mostrou contra um beijo entre dois super-heróis em uma história em quadrinhos.

DETONOU

O jornalista Felipe Andreoli quebrou o protocolo e mandou um recado direto e muito incisivo para o atleta Maurício Souza, demitido após comentários considerados homofóbicos.

Na última quinta-feira (28), ele analisou a situação e criticou o pedido de desculpas do jogador que da Seleção Brasileira. 

"Homofobia não é opinião, é crime. Mata. Você fez essa ofensa nas redes sociais que você tem mais de 300 mil seguidores e depois vai pedir desculpas em uma que você tem 50? Atitude covarde", afirmou ele.

Veja: