Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / EITA!

Culpado? Whindersson Nunes assume erro por perseguições à Luísa Sonza: "Responsável"

Whindersson Nunes assume erro após Luísa Sonza revelar perseguições pesadas pelo término; veja

Redação Contigo! Publicado em 14/05/2022, às 20h07

Culpado? Whindersson Nunes assume erro por perseguições à Luísa Sonza: "Responsável" - Reprodução/Instagram/GNT
Culpado? Whindersson Nunes assume erro por perseguições à Luísa Sonza: "Responsável" - Reprodução/Instagram/GNT

O youtuber e humorista Whindersson Nunesparece ter assumido a culpa pelas perseguições que Luísa Sonza sofreu logo após o fim do casamento do ex-casal. Nesta semana, a cantora foi ao Saia Justa (GNT) e dividiu histórias pesadas de quando recebia ameaças de morte pelo término.

No programa, a funkeira chegou a contar que teve uma crise de pânico em um voo pois imaginou que seria assassinada por um dos passageiros: “Entrei e o homem colocou uma mala preta do meu lado. E foi para o fundo do avião. Achei que o cara ia me matar. Tive uma crise que me impediu de andar. A aeromoça me ajudou e eu não consegui fazer a viagem, tive uma crise de pânico. Voltei para casa e minha equipe me apoiou porque, como estávamos ainda na pandemia, minha família estava longe”.

Neste sábado (14), parece que o humorista decidiu arcar com as fortes perseguições que Luísa Sonza passou. Ele não chegou a se pronunciar, mas retweetou uma publicação feita por um usuário da rede social.

O post diz que Whindersson Nunes é, de certa forma, responsável pelas ameaças já que o humorista fez piada com o divórcio na época, acusando a cantora de o trair — fato que foi desmentido pelo comediante apenas 2 anos depois.

COMOVENTE

A atriz Marina Ruy Barbosa se comoveu com uma história contada pela cantora Luisa Sonzano Saia Justa (GNT) nesta semana. Para quem está por fora, a funkeira dividiu um relato da época que era perseguida nas ruas por ter se divorciado de Whindersson Nunes.

Luisa Sonza contou que chegou a chorar e ter uma crise de pânico em um voo ao achar que seria assassinada por um dos passageiros.