Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / TRISTEZA

Contrato rompido, condições insalubres e doença rara: o drama dos últimos anos de Marina Miranda

Pioneira do humor brasileiro, atriz passou por uma série de dificuldades após uma vida dedicada ao trabalho; veja

Redação Contigo! Publicado em 21/09/2021, às 15h28

Contrato rompido, vida em condições insalubres e doença rara: os últimos anos de vida de Marina Miranda - Reprodução/TV Globo
Contrato rompido, vida em condições insalubres e doença rara: os últimos anos de vida de Marina Miranda - Reprodução/TV Globo

Ícone do humor brasileiro, a atriz Marina Miranda viveu momentos difíceis em seus últimos anos de vida. Integrante do elenco de vários programas inesquecíveis, como Os TrapalhõesEscolinha do Professsor Raimundo, ela era muito amada pelo público e pelos colegas de profissão.

Isso não impediu que a estrela enfrentasse uma série de dificuldades na última década.

Em 2006, a atriz veio a público expor um drama que estava enfrentando. Na época, ela estava com dificuldades para pagar o condomínio e pediu ajuda no programa de Sônia Abrão. Ela acabou escalada para a novela Prova de Amor, grande sucesso da Record TV.

Na época, a atriz ganhou um contrato vitalício com a emissora, que acabou encerrado dez anos depois quando a Record TV realizou uma série de mudanças em seu formato de produção de novelas.

"Quando eu cheguei na Record, vi que estava tudo revirado e tinham móveis no meio da rua, achei estranho. O Rancoleta foi muito gentil e ficou com medo de me dar a notícia. Queriam medir até minha pressão. Então, prevendo o que viria, comecei a perguntar o que estava acontecendo. Foi quando ele me disse que a Record no Rio estava fechando e por economia eu estava sendo despedida. O Rancoleta ainda me disse para não ficar zangada porque a Globo iria me ajudar", disse ela na época.

Há pouco mais de um ano, um novo drama: uma denúncia da filha, Sylvia Miranda, rendeu uma operação da Vigilância Sanitária. Ela estava morando com outra de suas filhas em condições insalubres.

A Justiça determinou na época que ela deveria ser transferida para o Retiro dos Artistas, onde deveria morar. "Estou monitorando para que elas não fujam com minha mãe. Duvido de tudo delas. Depois que foram constatados os maus-tratos contra uma mulher de quase 90 anos, acho que elas podem até fugir com ela", disse na época a filha da atriz.

AVANÇO DA DOENÇA

Muito debilitada com o avanço rápido do Mal de Alzheimer, a atriz começou a enfrentar uma série de problemas de saúde, como uma infecção urinária.

“Eu não moro com a minha mãe. Elas [as irmãs] que moram. Na sexta-feira, deu um apagão na minha mãe, minha irmã ficou apavorada e chamou a ambulância. Ela foi levada para Unidade de Pronto Atendimento de Copacabana. O apagão foi do Alzheimer: a pessoa entra num sono e não acorda. O coma dela não é induzido, nem por remédios. Ela simplesmente não acorda. Entrou numa depressão e não acorda”, afirmou.

Marina Miranda  faleceu nesta terça-feira (21) perto de seu aniversário de 91 anos