Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SINCERO

Casagrande comenta dependência química e se compara a moradores da Cracolândia

Em primeira entrevista após demissão, Walter Casagrande comenta dependência química e revela receio

Redação Contigo! Publicado em 08/07/2022, às 18h22

Dependente químico, Casagrande se compara a moradores da Cracolândia - Instagram
Dependente químico, Casagrande se compara a moradores da Cracolândia - Instagram

O ex-jogador de futebol Walter Casagrande abriu o coração e falou abertamente sobre sua luta contra a dependência química. Demitido da Globo após 25 anos de trabalho, ele deu sua primeira entrevista e não deixou de comentar o assunto.

Em conversa com a atriz e apresentadora Carolina Ferraz, para o Domingo Espetacular, da Record TV!, o comentarista esportivo comentou que boa parte do público costuma reagir de forma raivosa quando ele comenta o assunto, no entanto, ele garante que pretende continuar usando sua voz para ajudar outras pessoas.

Sincero, ele falou sobre os ataques que sofre por conta do vício nas drogas e disse, abertamente, que precisa ficar atento para não se perder para o vício: “Hoje as pessoas me chamam de viciado, drogado, financiador do tráfico, e acham que é crítica. Isso aí é ataque, não é liberdade de expressão”, disse ele.

Em seguida, ele explicou que, assim como uma pessoa que vive na Cracolândia, ele também corre riscos de ir parar nas ruas por conta da dependência. Casagrande contou ainda que pretende trabalhar para a prevenção do uso de drogas nas escolas.

“Eu sou dependente químico igualzinho aos que estão lá na Cracolândia. Igualzinho. Se eu vacilar, se eu não prestar atenção nos meus comportamentos, eu vou para a rua, entende?”, desabafa o ex-jogador de futebol.

Veja:

FORA DA GLOBO

Após 25 anos de trabalho, o comentarista foi demitido da TV Globo. Sincero, o próprio ex-atleta reconheceu que a decisão foi um "alívio". A informação foi publicada pelo próprio comentarista em um vídeo nas redes sociais.

"Depois de 25 anos de Globo, seis Copas do Mundo, cinco finais, incluindo a de 2002, com os dois gols do Ronaldo, três Olimpíadas e diversas finais de campeonatos por aí, meu ciclo acabou. Estou saindo da Globo hoje, não faço mais parte do grupo de Esportes da TV. Vou seguir a minha estrada. Na realidade, acho que foi um alívio para os dois lados", explicou.