Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / Vixe!

Carla Diaz se revolta com Leonardo Bittencourt após piada sobre filmes do caso Richthofen: "Desrespeitada"

Ator fez uma publicação considerada machista pela a ex-BBB e teve que se retratar diante da situação; confira

Redação CONTIGO! Publicado em 01/10/2021, às 21h44

Ator fez uma publicação considerada machista pela a ex-BBB e teve que se retratar diante da situação; confira - Reprodução/ Instagram
Ator fez uma publicação considerada machista pela a ex-BBB e teve que se retratar diante da situação; confira - Reprodução/ Instagram

Nesta sexta-feira (1), Carla Diaz não gostou nenhum pouco de uma piada feita pelo ator Leonardo Bittencourt. O rapaz compartilhou uma imagem relacionada aos A Menina Que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais e a atriz se sentiu incomodada: "Brincadeira tem limite"

Tudo começou quando o parceiro de cena da artista compartilhou uma montagem do poster do filme com o título alterado para 'Topa Tudo por B*ceta', com a legenda "Aí é f*da". A ex-BBB usou seu perfil nas redes sociais para registrar seu incômodo com a piada.

"Brincadeira tem limite! Hoje me senti muito desrespeitada como mulher e profissional. Não vou me calar, chega! Inclusive vou fazer uma limpa por aqui… Sempre me pedem para vir no Twitter, mas toda vez é um caos, discórdia e falta de respeito com o próximo. Não compactuo com isso", escreveu a atriz.

Alguns internautas consideraram a reação de Carla um "exagero", já que o ator estaria falando do filme e não dela em si, mas a atriz replicou outro post feito por uma seguidora. "Precisou a garota vir aqui quase desenhando pra entender que não é por fandom, é por sermos mulheres e a brincadeira tem limites. E se eu me senti desrespeitada, imagina ela que estava com a imagem sendo usada !!! Você não tem que se calar mesmo não", disse a internauta.

Depois das críticas, Bittencourt voltou às redes com e falou sobre o ocorrido: "Se eu não puder usar meu Twitter, pelo menos por aqui extravasar as leseiras que eu vejo/penso, vou explodir. Conto com esse público seleto aqui. (Deixei essa responsa aí com vocês e saí correndo".

Um pouco mais tarde, ele pediu desculpas pelo comportamento. "Do fundo do meu coração, jamais imaginei que isso pudesse ser ofensivo. Eu não tenho nada a fazer além de pedir desculpa, ouvir e não repetir. Triste de verdade com o rumo que isso tomou. Mais uma vez, desculpas. De fato preciso aprender ainda a lidar com a responsabilidade de ter mais exposição. Fui inconsequente, irresponsável e estendo meu pedido de desculpas a todas as mulheres que se sentiram ofendidas", escreveu.

AMIZADE

Recentemente, Carla Diaz respondeu algumas perguntas sobre como foi a experiência de gravar os filmes "A menina que matou os pais" e "O menino que matou meus pais", baseados no crime cometido por Suzane Von Richtofen, Daniel e Christian Cravinhos.

Respondendo sobre como foi fazer um filme, ela escreveu: "Com certeza foi muito desafiador, em 29 anos de carreira ainda não tinha vivido a experiência de fazer uma personagem baseado num caso real, ainda mais se tratando de uma história estarrecedora como essa".

Sobre a cena mais difícil, Carla não hesitou: "Certamente, a sequência de cenas do tribunal".