Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / Sucesso

Carla Diaz comemora sucesso de filmes sobre caso Von Richthofen em estreia: "Estou realizada"

A atriz celebrou o lançamento dos longas que trazem diferentes versões de um dos mais chocantes crimes da história policial brasileira

Redação CONTIGO! Publicado em 24/09/2021, às 22h57

A atriz celebrou o lançamento dos filmes que trazem diferentes versões de um dos mais chocantes crimes da história policial brasileira - Reprodução/ Instagram/ Divulgação
A atriz celebrou o lançamento dos filmes que trazem diferentes versões de um dos mais chocantes crimes da história policial brasileira - Reprodução/ Instagram/ Divulgação

A atriz Carla Diaz festejou o sucesso dos filmes A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, em que é protagonista.

Em seu perfil nas redes sociais, a artista celebrou o sucesso instantâneo dos longas que conta a história de um dos crimes reais mais infames da história recente do país: o assassinato de Mandred e Marísia von Richthofen em 2002.

"Como assim, em menos de 24hs e já estamos no TOP10? Não estou sabendo lidar!", escreveu a ex-BBB nas redes.

Em seguida, a intérprete de Suzane von Richthofen na adaptação falou do apoio dos fãs nesse momento:  "Além de ter passado a semana inteira nos assuntos do momento, por conta dos meus fãs (que são incríveis), estamos nos trends com os filmes desde a hora que foi lançado! Estou tentando dar uma olhada, mas são muitas mensagens, tweets... As notificações no celular não param!"

Por fim, Diaz agradeceu as mensagens que vem recebendo e revelou sua euforia com o êxito dos filmes: "Agradeço o carinho de todos! Estou realizada!"

MARCANTE

Nesta sexta-feira (24) chega à Amazon Prime os longas A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, filmes que trazem diferentes versões de um dos mais chocantes crimes da história policial brasileira.

São duas produções com visões complementares sobre os assassinatos hediondos praticados pelos irmãos Cravinhos e pela jovem Suzane von Richthofen, que em 2002 arquitetaram e efetivaram a morte do casal Manfred Albert von Richthofen e Marísia von Richthofen. A brutalidade do crime até hoje motiva um debate sobre a espetacularização exagerada dessas tragédias. 

Dar vida ao assassino Cristian Cravinhos, um dos condenados pelo crime, foi uma tarefa difícil para Allan Souza Lima“Foi um desgaste emocional muito grande”, contou ele em uma conversa sincera com a CONTIGO! em que também relata as dificuldades que enfrentou para construir o personagem.