Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / POLÊMICA

Cantora gospel é detonada na internet após fazer comentário polêmico: "Criança não pode ser gay"

Isadora Pompeo foi duramente criticada nas redes sociais após fala considerada homofóbica

Redação Contigo! Publicado em 25/06/2021, às 19h04 - Atualizado às 19h04

Cantora gospel é detonada na internet após fazer comentário polêmico: "Criança não pode ser gay" - Reprodução/Instagram
Cantora gospel é detonada na internet após fazer comentário polêmico: "Criança não pode ser gay" - Reprodução/Instagram

A cantora gospel Isadora Pompeo foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (25), após fazer comentário considerado homofóbico.

Ela criticou um comercial de uma empresa de fast-food, que fala com crianças sobre respeito a diferentes orientações sexuais e identidades de gênero.

Em seu perfil, ela escreveu: "Criança não tem que ser gay, lésbica, trans etc, criança não tem a ver com sexualidade. Criança tem que brincar! Correr e se sujar! Parem de sexualizar nossas crianças".

Em seguida, após as críticas, ela falou que não se importava com o que estavam dizendo: "Tô nem aí, podem me cancelar, cancelada". Isadora Pompeo, então, ironizou o "cancelamento": "Tô cancelada, e agora? Ai, meu mundo acabou".

William de Luca foi um dos internautas que fez grande crítica a cantora: "Que trecho do comercial fala sobre sexualidade de crianças? São crianças falando que respeitam, desde cedo, pessoas diferentes. É por não querer falar sobre respeito com pessoas como você que somos o país com mais mortes de LGBT no mundo. Crianças e adolescentes LGBT+ existem, amiga, desde sempre. Nenhuma delas deve ser sexualizada ou exposta a qualquer tipo de conteúdo/situação inadequada, mas elas também não podem ser apagadas. É apagar quem somos que culmina nas agressões que sofremos sistematicamente".

CRIME TRANSFÓBICO

O ex-BBB Gil do Vigor se pronunciou nas redes sociais nesta sexta-feira (25) repudiando um crime transfóbico que ocorreu em Recife.

Um adolescente foi apreendido e autuado em flagrante por atear fogo em uma mulher trans, na madrugada de quinta-feira (24), próximo ao Cais de Santa Rita, no Recife (PE). A vítima foi socorrida e levada para o Hospital da Restauração, com cerca de 40% do corpo queimado. As informações são do G1.

Indignado com o crime, Gil do Vigor se pronunciou em suas redes sociais.