Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / GENTE?

Cantora coloca boca no trombone e expõe maus-tratos de Wesley Safadão: "Igual vaca"

Ex-cantora do 'Forró Real' e 'Garota Safada' expõe maus-tratos de Wesley Safadão durante turnês da banda; veja

Redação Contigo! Publicado em 17/06/2022, às 09h44

Cantora coloca boca no trombone e expõe maus-tratos de Wesley Safadão: "Igual vaca" - Reprodução/YouTube/Instagram
Cantora coloca boca no trombone e expõe maus-tratos de Wesley Safadão: "Igual vaca" - Reprodução/YouTube/Instagram

A ex-cantora dos grupos Forró Real Garota SafadaGil Mendes expôs alguns absurdos que viveu ao trabalhar ao lado de Wesley Safadão há alguns anos. Apesar de ter uma forte sintonia com o cantor no palco, a vocalista colocou a boca no trombone para falar das atitudes machistas que viveu na mão do famoso e dos outros homens da equipe.

Em entrevista ao IELCAST, nesta quinta-feira (16), Gil Mendes contou que nenhuma das meninas era autorizada a usar o banheiro do ônibus, apenas Wesley Safadão. "As dançarinas não podiam ir no banheiro da banda, elas tinham que pedir para parar para fazer xixi. E eu não acreditava nisso", disse ela, referindo-se ao Forro Real.

"Tem motorista que se acha dono do ônibus, aí eles não querem ter trabalho, tem muita menina que é desorganizada, deixa tudo bagunçado... E aí ficou nessa tradição. A menina ia pra estrada igual vaca. Ia mijar na estrada igual vaca", contou ela.

"Quando eu fui para 'Garota [Safada]' era a mesma coisa, só o Wesley usava o banheiro", disse. Com isso, GilMendes ordenou o direito de usar o sanitário e ainda conseguiu ganhar mais músicas na banda, se tirando do escuro.

Siga a Contigo! no Instagram.

CAÇA ÀS BRUXAS!

A caça às bruxas continua após a polêmica com Gusttavo Lima! Dessa vez, a Justiça determinou o cancelamento de um show do cantor Wesley Safadão em Viçosa, Alagoas, devido ao superfaturamento do cachê pago com dinheiro público.

O artista teria embolsado R$ 600 mil da prefeitura da cidade, mas o pedido de cancelamento feito pelo Ministério Público de Alagoas foi acatado e a apresentação não acontecerá mais. As informações são da Folha de S. Paulo.