famosos   / LEMBRANÇA

Camila Pitanga relembra morte de Domingos Montagner: ''Quatro anos sem meu amigo''

A web logo comentou o post: "Impossível olhar para o rio e não lembrar dele"

Redação Contigo! Publicado quarta 16 setembro, 2020

A web logo comentou o post:
Camila Pitanga e Rio São Francisco - Reprodução/ Instagram

Nesta quarta-feira (16), Camila Pitanga relembrou o acidente que levou à morte o ator Domingos Montagner.

Na foto, a imagem do Rio São Francisco, onde o ator morreu afogado devido à correnteza e sumidouros. O fato ocorreu durante as filmagens de Velho Chico, novela da TV Globo na qual Domingos e Pitanga contracenaram.

"Ontem foram quatro anos sem meu amigo Domingos", disse a atriz. Na legenda, postou um poema de Fernando Pessoa.

A web logo comentou o post: "Impossível olhar para o rio e não lembrar dele", disse uma internauta. "Muito amor pra ti meu bem", declarou outra seguidora. "Grande ser e grande ator, vive hoje em outras dimensões com sua luz e amor", disse outro fã.

HOMENAGEM

Uau! Nesta quarta-feira (9), Camila Pitanga utilizou as redes sociais para enaltecer Zezé Motta, grande artista brasileira.

"Essa mulher é um acontecimento único!", disse Camila Piranga na legenda de um post no qual Zezé atua em cena de Tudo Bem, de Arnaldo Jabor.

Na filmagem de 1978, Zezé Motta aparece performando a música "Como Nossos Pais" de maneira única.

Veja:

View this post on Instagram

Ontem foram quatro anos sem meu amigo Domingos... "O mistério das coisas, onde está ele? Onde está ele que não aparece Pelo menos a mostrar-nos que é mistério? Que sabe o rio e que sabe a árvore E eu, que não sou mais do que eles, que sei disso? Sempre que olho para as coisas e penso no que os homens pensam delas, Rio como um regato que soa fresco numa pedra. Porque o único sentido oculto das coisas É elas não terem sentido oculto nenhum, É mais estranho do que todas as estranhezas E do que os sonhos de todos os poetas E os pensamentos de todos os filósofos, Que as coisas sejam realmente o que parecem ser E não haja nada que compreender. Sim, eis o que os meus sentidos aprenderam sozinhos: — As coisas não têm significação: têm existência. As coisas são o único sentido oculto das coisas." Fernando Pessoa

A post shared by Camila Pitanga (@caiapitanga) on

Último acesso: 25 Sep 2020 - 00:04:13 (1124231).