Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFOU

Caio Castro abre o coração e detona masculinidade tóxica: "Tenho inseguranças"

Caio Castro abre o coração ao participar de podcast e comenta sobre como a masculinidade tóxica pode afetar homens e mulheres

Redação Contigo! Publicado em 30/06/2022, às 16h30

Caio Castro desabafou sobre a masculinidade tóxica ao participar de um podcast - Reprodução/YouTube
Caio Castro desabafou sobre a masculinidade tóxica ao participar de um podcast - Reprodução/YouTube

Ao participar do podcast Sua Brother, no YouTube, Caio Castro revelou seus sentimentos mais profundos para falar sobre masculinidade tóxica. No auge de seus 33 anos, o famoso se definiu como um homem livre e explicou que precisou quebrar tabus internos para se tornar quem é hoje.

"É óbvio que a gente entra mais nessa questão com um amigo ou com a gente mesmo, mas tem um grupo, uma parcela de meninas que não ajuda, que faz questão de (cobrar)... 'E aí, meu?', 'Nossa!'. É sério mesmo? Dá vontade de falar: 'Quantos anos você tem?'", iniciou o ator.

Em seguida, o artista explicou que por diversas vezes se sentiu envergonhado por atos simples, como chorar por estar emocionado. Diante de pensamentos machistas enraizados na sociedade, ele acreditava que não poderia externar seus sentimentos, e precisou aprender com o tempo a fazer isso.

"Eu sentia vergonha, às vezes, de me emocionar com alguma coisa, segurava choro em coisas simples: filme... Eu não tenho que ser durão, tenho que ser humano, tenho que tentar corrigir essas coisas que fazem mal para mim. Tenho minhas fragilidades, tenho minhas inseguranças em alguns lugares, tenho vontade de chorar por coisa que triste, sim, e tenho vontade de chorar por outras coisas que são felizes (...) Hoje sou um cara muito livre. É transformador", completou Caio Castro.

GRACYANNE BARBOSA DIZ NÃO TER MEDO DE SE PESAR

Gracyanne Barbosa respondeu algumas perguntas dos seus seguidores enquanto treinava pesado nesta quinta-feira (30) e explicou não ter medo algum da balança. "Musa, você é ligada na balança? E se não, como você desconectou dela. Porque que agonia com os números", quis saber um.

Ao responder, ela deixou claro que o peso não é um problema para ela: "Sou zero ligada na balança. Eu me ligo mais no espelho, nas roupas, se gosto do que vejo. Não me ligo nisso, esquece a balança. Esqueça a balança, isso às vezes faz a gente até se atrapalhar, até porque, músculo pesa, gente!"