Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / Detonou

Bruna Marquezine se revolta com críticas ao aborto legal de menina estuprada: "Ignorante, limitado e cruel"

Atriz detonou aqueles que querem que a criança tenha um filho; entenda

Redação CONTIGO! Publicado em 16/08/2020, às 19h04 - Atualizado às 19h05

Bruna Marquezine se revolta com críticas ao aborto de menina estuprada - Reprodução/Instagram e Twitter
Bruna Marquezine se revolta com críticas ao aborto de menina estuprada - Reprodução/Instagram e Twitter

Sempre posicionada, Bruna Marquezine não mediu palavras neste domingo (16) ao criticar um grupo de religiosos.

A atriz reagiu à notícia de que um grupo contra o aborto está protestando em frente ao hospital em que uma criança de 10 anos foi internada para passar por um aborto após ser estuprada pelo próprio tio. Bruna se revoltou:

"E não tem nenhum religioso na porta da delegacia exigindo a prisão do monstro criminoso que estuprou a sobrinha e está foragido. A religiosidade é uma doença. Estamos falando de um criança de 10 anos. Isso não é ser pró-vida, isso é ser ignorante, limitado e cruel", escreveu a atriz no Twitter.

Mais cedo, a ativista de direita Sara Giromini compartilhou no Twitter o nome da menina, bem como o endereço do hospital em que acontece o procedimento. A menina foi estuprada por quatro anos e a justiça autorizou um aborto, para segurança da vida dela, que pode desenvolver inúmeros problemas de saúde pela gestação e até morrer.

Veja:

Bruna Marquezine