Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO

Autor da biografia de Elza Soares, Zeca Camargo emociona com adeus: “Inspiração”

Zeca Camargo surgiu visivelmente nervoso durante vídeo e disse que sua alma está conectada com alma de Elza Soares

Redação Contigo! Publicado em 20/01/2022, às 19h06

Autor da biografia de Elza Soares, Zeca Camargo emociona com adeus: “Inspiração” - Instagram
Autor da biografia de Elza Soares, Zeca Camargo emociona com adeus: “Inspiração” - Instagram

O apresentador Zeca Camargo comoveu amigos e fãs ao usar seu perfil nas redes sociais para se despedir da cantora Elza Soares, que faleceu na tarde desta quinta-feira (20), aos 91 anos, de causas naturais.

Em um vídeo emocionante, o jornalista, que foi autor do livro Elza, biografia autorizada da artista, apareceu visivelmente nervoso com a notícia e disse que viveu momentos intensos ao lado do grande ícone da música brasileira, já que a obra, feita em 2018, foi criada com a ajuda da própria artista.

"Nunca conheci uma mulher como ela, alguém que me inspirasse tanto, que inspirasse tantas pessoas, alguém que tivesse uma biografia que era para dar toda errada. Elza não era para ter existido, a vida jogou contra ela o tempo todo. Tudo era obstáculo na vida dela. Quanto mais ela ouvia não, mais ela se fortalecia, virava outra pessoa", disse ele.

"Vou aqui cuidar da minha alma, que certamente e felizmente e com muita honra está conectada a alma dela. Está difícil encontrar as palavras aqui. Só [quero] dividir a importância dessa mulher em minha vida. Vai fazer falta. Tem gerações que se espelharam nessa mulher", lamentou.

Veja:

NO MESMO DIA

A partida de Elza Soares pegou todos de surpresa, mas algo que realmente chamou atenção foi a data em que a artista partiu, isso porque, neste mesmo dia, 39 anos atrás, em 1983, faleceu Manoel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha, grande astro do futebol brasileiro.

Os dois foram casados de 1966 a 1982, mas assumiram o romance três anos antes de oficializarem a união, em 1963. A triste coincidência se tornou um dos assuntos mais falados, principalmente porque a artista garantiu, mesmo após a morte do atleta, que ele havia sido o grande amor de sua vida.