Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Arquiteto troca de noivo horas antes do casamento, sobe ao altar com outro e choca convidados

Não se fala em outra coisa na alta sociedade carioca: o casamento de Eder Meneghine está na boca dos ricaços

Redação Contigo! Publicado em 09/09/2021, às 17h07

Arquiteto troca de noivo horas antes do casamento e subiu ao altar - Reprodução/Instagram
Arquiteto troca de noivo horas antes do casamento e subiu ao altar - Reprodução/Instagram

Um evento na alta sociedade carioca está repercutindo muito nas redes sociais e nas colunas dos grandes jornais. É que o casamento do arquiteto e decorador Eder Meneghine acabou tendo um desfecho inesperado.

É que ele ia se casar com Dyl Reis, de 23 anos, em um festão no Solar das Palmeiras Rio, na Ilha da Gigóia, Zona Oeste da cidade. Pelo menos era isso que estava nos convites entregues aos convidados.

Só que quem subiu ao altar foi outro, o chefe de cozinha Hugo Oliveira, de 44 anos. 

Ao G1, o decorador explicou a troca do noivo no momento da cerimônia.

"Ninguém ali nunca vai esquecer aquela noite, isso eu tenho certeza. Mas não vai ser pela beleza do lugar ou pela qualidade da comida e bebida. Mas sim pela surpresa, pela experiência que eles vivenciaram naquele momento", disse ele.

Segundo Éder, ele e Dyl Reis se desentenderam na véspera do casamento.

"Eu o conhecia relativamente muito pouco. A gente se gostava, e eu o levei para morar comigo na minha casa. Com o tempo, eu tive essa vontade de fazer essa festa de casamento, como eu já fiz para muitas pessoas, vários artistas. E eu falei com ele: 'Vamos casar?'. Só que ele tem 23 anos e eu tenho 60. Eu tinha a intenção de ser feliz. E eu achava que fosse ser", revelou.

Para não perder a festa que estava pronta, ele convidou o chef que havia sido seu ex-namorado para oficializar a união.

"Nessa hora foi uma loucura. Teve gente desmaiada, mais de 20 minutos de aplausos, uma vibração com chapéus para o alto. Um êxtase total. A festa foi 10 vezes melhor do que seria. Foram oito horas de evento e 150 garrafas de espumante italiano", recordou Meneghine.