Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / DESABAFO

Após expulsão de 'A Fazenda', Nego do Borel é flagrado desolado na primeira aparição em público

Consolado pelos amigos, funkeiro foi clicado em um barzinho na noite deste domingo (26)

Redação Contigo! Publicado em 27/09/2021, às 07h13

Após expulsão de 'A Fazenda', Nego do Borel é flagrado desolado na primeira aparição em público - AgNews
Após expulsão de 'A Fazenda', Nego do Borel é flagrado desolado na primeira aparição em público - AgNews

O cantor Nego do Borel foi flagrado na noite deste domingo (26) ao lado de amigos em um barzinho no Rio de Janeiro. Esta é a primeira aparição em público do cantor desde a expulsão de A Fazenda.

Com o semblante apreensivo e visivelmente desolado, ele estava com a expressão séria. Ele estava no Leblon, na Zona Sul da cidade.

O funkeiro percebeu a presença dos fotógrafos, acenou, mas não esboçou um sorriso. Em outro momento, ele é abraçado pelos amigos.

Na tarde deste domingo (26), o cantor desabafou nas redes sociais e disse que é injustiçado e que não tem voz. O funkeiro garantiu ainda que as acusações da ex-namorada, Duda Reis, são todas falsas.

“Durante esses meses, venho sendo acusado de várias coisas. Assim como de eu ter fuzil dentro da minha casa e a polícia achou o de paintball. Fui acusado de passar doença, HPV, fiz todos os exames, constrangimento, nunca tive nenhuma doença e não tenho. [...] Fui acusado de ser racista. Eu? Venho da favela, sou preto, meus amigos pretos, minha família preta... Não tenho nem argumentos para isso. Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário junto com a polícia, não têm tido valor. As pessoas ainda estão me julgando. A minha voz não vale de nada. Hoje vejo o racismo escancarado", disse ele.

"Entrei para o reality e tem uma pessoinha que não sei por que não segue a vida dela, levanta pautas falando do meu nome... Sendo que sempre quando eu toco nessas questões que nós vivemos lá atrás, eu toco para me justificar e me explicar. Eu não fico atacando, falando que pessoa é isso ou aquilo. Está na mão da polícia e da justiça. Não sei o que acontece que a pessoa fica tocando no meu nome o tempo inteiro.", disse ele.

Veja: