Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / SE EXPLICOU

Após conversa com menor de idade vazar, músico do CPM22 se explica: ''Ela estava puxando papo''

Após revolta nas redes sociais, Japinha se explicou e negou que tenha cometido qualquer crime

Redação Contigo! Publicado em 10/06/2020, às 12h14 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Após conversa com menor de idade vazar, músico do CPM22 se explica - Reprodução
Após conversa com menor de idade vazar, músico do CPM22 se explica - Reprodução

O músico Japinha, um dos integrantes da banda CPM22, se pronunciou sobre uma conversa vazada que gerou revolta nas redes sociais.

Ele conversou e flertou com uma jovem de 16 anos. Nos prints vazados em vários perfis, a jovem afirma que é virgem.

Agora, ele confirmou a autenticidade das mensagens. Em entrevista ao G1, ele explicou o que aconteceu.

"Estava rolando um clima meio de paquera, porque ela estava puxando papo comigo. Ela veio me procurar. Aí eu perguntei se ela tinha namorado. Ela falou que sim. Aí eu recuei. Brinquei e falei que não, eu tinha ciúmes. E aí ela falou que tinha 16 também, aí que eu recuei mais. Eu não tenho essa mania. Eu não gosto", disse ele.

"Conversar não mata ninguém. Eu não fiquei falando que queria... Tudo bem, teve um papo lá de virgindade. Eu até brinquei em relação a virgindade. Mas nunca querendo... sabe? Depois que ela falou que tinha namorado, eu já evito mulher com namorado. E já brinquei falando que tinha ciúme. Foi esse o sentido da conversa. Eu consultei advogado para saber se tinha algum tipo de crime na conversa. E os três que eu consultei falaram que não há. Primeiro que eu nunca vi a menina, não encostei na menina. Não cheguei a falar: "A gente podia, a gente vai..." E aí começou a rolar essa proliferação de prints. E eu acabei tendo que me pronunciar", explicou ele.

A BANDA

Na web, o CPM 22 também se pronunciou sobre a polêmica.

"A banda também se manifestou por meio de um comunicado geral publicado nas redes sociais. "Fomos surpreendidos com postagens sobre o comportamento de um integrante de nossa banda. Somos um coletivo onde cada um responde por suas atitudes. Mas uma coisa é clara: não compactuamos com atitudes desrespeitosas contra quem quer que seja. Nosso maior interesse é que tudo isso seja esclarecido o quanto antes", disse a banda em suas redes sociais.