Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / POLÊMICA!

Após caso de DJ Ivis, Dado Dolabella quebra silêncio sobre agressão a Luana Piovani: "Perdi a cabeça"

Ator agrediu a então namorada durante uma briga em 2008 e desabafou sobre o episódio na web; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 13/07/2021, às 14h21

Dado Dolabella fala sobre agressão a Piovani - Arquivo Pessoal / Ronaldo Correa
Dado Dolabella fala sobre agressão a Piovani - Arquivo Pessoal / Ronaldo Correa

Dado Dolabella não deu espaço às polêmicas e se manifestou nesta terça-feira (13) sobre um episódio lamentável em sua vida pessoal.

É que mais cedo Luana Piovani revelou que também foi vítima de um relacionamento abusivo e os internautas foram até às redes sociais do ator para questioná-lo sobre o tapa que desferiu na atriz em 2008. Na época, eles eram noivos quando Piovani denunciou a agressão.

Cobrado por um internauta, Dolabella não escondeu seu remorso do passado e garantiu que evoluiu muito com os erros.

"Foi o que me fez ser quem eu sou hoje. Somos frutos dos nossos erros e acertos, mas, principalmente daquilo que fazemos com nossos erros. Me envergonho, muito, perdi a cabeça. Um dos motivos que também me fizeram ser vegano, ser menos impulsivo, reativo. Violência é energia, a mesma inferida é a mesma exalada, assim como me envergonho também de um dia já ter transformado inocentes em fezes. Pagado para matarem por mim cada inocente, cada vida. Precisamos transmutar e sem o perdão não transmutamos... nos perdoar pelos nossos erros, perdoar o próximo e nos permitir encontrar um caminho melhor!", citou ele.

No desabafo, Piovani também prestou seu apoio a Pamela Hollanda, que denunciou o então marido DJ Ivis após sofrer diversas agressões.

Veja!

PRONUNCIAMENTO DA VÍTIMA

A estudante Pamela Hollanda fez um desabafo firme durante o Encontro desta terça-feira (13) e revelou porque demorou tanto tempo para denunciar o comportamento de DJ Ivis

"Eu tinha medo que fosse desacreditada pelo fato dele ser conhecido, ter influência. A gente vive num país machista, nós mulheres fazemos parte dessa cultura", começou dizendo.