Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / TRETA

Antônia Fantonelle pede que MP proíba livro de Felipe Neto e youtuber rebate

Youtuber diz que livros já foram recolhidos e acusa Fontenelle de tentar manchar sua reputação

Redação Contigo! Publicado em 10/07/2020, às 17h18 - Atualizado em 16/07/2020, às 13h20

Felipe Neto e Antonia Fantonelle entram em briga judicial - Instagram
Felipe Neto e Antonia Fantonelle entram em briga judicial - Instagram

Antônia Fontenelle comprou uma briga daquelas com Felipe Neto.  A atriz pediu ao Ministério Público (MP) que o livro do youtuber fosse proibido de ser vendido.

Nas redes sociais, Antonia confirmou o pedido e explicou que o motivo pelo qual entrou com a ação foi uma brincadeira que tem em uma das páginas do livro, onde a pessoa teria que escolher entre casar, transar ou matar uma pessoa.

“Eu jamais pediria aos meus advogados que entrasse com esse pedido ao MP se antes eu não tivesse, pessoalmente, providenciado essa pesquisa em várias capitais do país. O Livro está a venda sim. E eu espero, do fundo meu coração, que as autoridades competentes retirem esse livro de circulação, não preciso dizer que essa “brincadeira” extrapola todos os limites, é nojento, é imoral. E sobre o pedido de devassa nas minhas redes sociais, fiquem a vontade. Mas cuidado, que eu posso pedir o mesmo e algo me diz que vai dar ruim”, disse ele.

Felipe, por sua vez, disse que o livro foi feito em 2017, quando a tag era comum tanto no Brasil, quanto nos Estados Unidos. Em sua defesa, ele afirma que, na época, não trabalhava com o público infantil.

“Gravei essa tag com várias celebridades, Pabllo Vittar, Giovanna Ewbank. E como eu não trabalhava com o público infantil, decidimos fazer um livrão. Um ano depois, foi quando o público mais jovem começou a assistir meu canal, mas o público infantil só veio em 2019”.

Felipe explicou ainda que, quando percebeu que seu público tinha mudado, pediu que os livros fossem recolhidos: “O livro já foi recolhido anos atrás. Talvez você ainda encontre esse livro em algum lugar, principalmente em interiores, mas alguns lugares não enviam de volta”, disse ele, afirmando que os livros foram trocados por um sem a página que contém a ‘brincadeira’.

Veja: