Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / UAU

Andréa Beltrão da aula de autoestima: "Me olho no espelho e me acho tão bonita“

Aos 58 anos, Andréa Beltrão revela como encara passagem do tempo; veja

Redação Contigo! Publicado em 08/05/2022, às 22h07

Andréa Beltrão revela estar bem com a idade e fase da vida - Fábio Rocha / Globo
Andréa Beltrão revela estar bem com a idade e fase da vida - Fábio Rocha / Globo

A atriz Andréa Beltrão de uma aula de autoestima ao refletir sobre como encara a idade. Em entrevista ao jornal Extra, a atriz de 58 anos que interpretou Rebeca em Um Lugar ao Sol conta como tem vivido a passagem do tempo.

"Tenho medo dessa coisa dermatológica, de virar algo que não sou não me reconhecer. Me acho tão bem. Me olho no espelho e me acho tão bonita“, iniciou. “Não penso “nossa, estou com 58 anos”, mas, “pô, estou legal hoje, essa roupa ficou boa”. Muitas vezes, me acho mais bonita hoje”.

Andréa Beltrão também destacou falar sobre menopausa na trama: “É maravilhoso poder falar. Na pandemia, ficou visível a discussão dos fios brancos crescendo, não dava para pintar cabelo, essas coisas que dão uma imagem “lux luxo”. O que esperam das mulheres? É melhor não esperar nada, porque só vamos fazer o que tivermos a fim. Esse é o melhor lugar, o da liberdade, de sermos honestas com nosso desejo".

"Lícia, uma mulher de 50 anos, aproveitou bem o momento para colocar esses assuntos", contou. A artista compartilhou sua experiência quando menstruou aos 13 anos, alegando que foi uma “tragédia”. "Gostava de jogar bola, correr, andar de bicicleta. Andar com aquele “caderno” entre as pernas. Lembro de ir à praia e toda hora uma amiga falar “vai na água agora”. Aí, você transa a primeira vez e pode usar O.B. Que momento libertador! A menstruação foi marcante assim como a menopausa, igualmente dramática porque a vida muda".

"Senti saudade da menstruação. Tive calores, fogacho, fiquei meio doidinha. Colágeno? Um abraço!". A atriz revelou que entrou na menopausa aos 50 anos e não fez reposição hormonal no inicio. "Mas o torniquete foi apertando, invadindo a questão sexual, a libido. Aí, falei: "Não dá, bicho, vamos morrer inteira, transando!". Fui na médica e pronto. Mas é um momento de passagem e tem sua beleza, sabe? Tem que ser tratado como mais um momento belo da mulher. Ela menstrua, pode ter filhos, se quiser. Eu sempre quis muito. Teve uma época em que achava que não teria nenhum namorado, que era um bagulho.

"Pensava: se ninguém quiser ficar comigo, vou adotar um monte de filho. Mas namorei bastante", finalizou.

DESABAFO 

A atriz Andréa Beltrão, um dos destaques de Um Lugar ao Sol, contou que ainda frequenta o Narcóticos Anônimos após procurar ajuda para enfrentar seus exageros. Em entrevista ao jornal carioca 'Extra', ela disse que voltou há três anos a frequentar as reuniões.