Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Amin Khader choca ao expor agressões que sofreu de Alexandre Frota: "Gritava de dor"

Amin Khader choca em entrevista ao dar detalhes das agressões físicas que sofreu de Alexandre Frota em um programa de TV

Redação Contigo! Publicado em 07/07/2022, às 17h28

Amin Khader relembrou as agressões que sofreu de Alexandre Frota em um programa de TV - Reprodução/Instagram
Amin Khader relembrou as agressões que sofreu de Alexandre Frota em um programa de TV - Reprodução/Instagram

Recém-demitido da Record, Amin Khader participou do The Noite, comandado por Danilo Gentili no SBT, e surpreendeu ao dar detalhes de episódio dolorosos que viveu nos bastidores do canal concorrente há quase duas décadas.

Em suma, o famoso relembrou as agressões que sofreu de Alexandre Frota, na época em que gravava o quadro Bofe de Elite, exibido no programa Show do Tom, apresentado por Tom Cavalcante, em 2007. Segundo o jornalista, pesar da encenação para a atração, ele apanhava de verdade.

“Os tapas do Alexandre Frota eram verdadeiros. Me doía. Eu pedia para não bater, tinha feito até um implante. Eu gritava de dor”, lamentou Amin Khader, na entrevista que irá ao ar nesta quinta-feira (07).

Ainda no bate-papo, o artista também explicou o motivo pelo qual não levanta publicamente a bandeira LGBTQIA+ nas redes sociais. No auge de seus 66 anos, ele frisou sobre como sofreu para ser gay décadas atrás, diferente da realidade dos membros da comunidade em 2022.

“Eu não levanto a bandeira gay. Hoje é muito fácil ser um ‘viadinho’. Eu quero – como eu, que vim da zona norte do Rio de Janeiro – quero ver, quando era viado, gay, 40 anos atrás. Hoje é muito fácil. Eu não levanto a bandeira. Nem eu, nem o Ney Matogrosso. Tenho 65 anos de idade, o Ney tem 80 anos, vai levantar bandeira pra quê? Mas, eu nunca vou deixar de ser gay”, contou.

Amin Khader ainda revelou já ter se relacionado com mulheres, escondendo de seus pais sua verdadeira sexualidade até a morte de ambos. “Já saí [com mulheres]. Quando tinha 18, 19 anos, muçulmano, morando no Lins de Vasconcelos, não decepcionei meus pais. Meus pais morreram sem saber que eu era gay. Meu pai me batia muito, minha família – é triste dizer isso – mas é homofóbica. Até hoje são. Era uma vida difícil”.

PABLLO VITTAR QUER ENTRAR PARA PLATAFORMA ADULTA

Pabllo Vittar pegou seus seguidores de surpresa ao expor um desejo que vem alimentando há algum tempo. Em suma, a drag queen mais seguida do mundo revelou estar disposta a abrir uma conta em uma plataforma de conteúdos adultos, deixando muita gente chocada.

"Meninas estou pensando seriamente em entrar em alguma plataforma para poder postar minhas fotos de calcinha, o que vocês acham? Não só minhas fotos de calcinha, mas minhas fotos mais quentes. Porque aqui no Instagram é 'paia' né, não vou ficar postando minhas fotos aqui", disse a cantora.