Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / URGENTE!

Abalada, Gracyanne Barbosa critica prisão do marido, Belo: ''Opressão, ditadura''

Esposa do cantor diz que ele cumpriu todas as medidas protetivas que estavam em sua alçada

Redação Contigo! Publicado em 17/02/2021, às 18h08 - Atualizado às 18h11

Gracyanne Barbosa critica prisão do marido, Belo - Instagram
Gracyanne Barbosa critica prisão do marido, Belo - Instagram

Gracyanne Barbosa está bastante abalada com a prisão do marido, Belo, e usou as redes sociais nesta quarta-feira (17) para criticar o motivo pelo qual o cantor foi detido.

A musa contou que o esposo, que foi detido após fazer um show que causou aglomeração, tomou todas as medidas que eram de responsabilidade dele, e que quem deveria checar as restrições sanitárias, e garantir que cumpriam as exigências da pandemia contra a Covid-19, era o contratante e não o artista.

“Censura? Opressão? Ditadura? Me pergunto tanta coisa! Hoje essa é a história da minha família. Mas quando a vejo no espelho, ou abro o jornal, vejo também que é a realidade de muitas famílias que vivem em comunidades. Quantos lutam para sair pra trabalhar e estudar, e não voltam?”, disse ela em um trecho do texto.

Gracy voltou a dizer que o show foi feito por necessidade de trabalho: “Não somos vilões, estamos ao máximo, TODOS, lutando contra o tempo para se adequar ao máximo as novas regras. Seria lindo poder ficar sentado em casa esperando a vacina chegar. Quem não desejaria isso também?”, questionou.

Barbosa disse ainda estar apreensiva por não saber quando o marido volta para casa. Ela explicou que os dois tiveram a casa invadida e que o momento da prisão foi um verdadeiro pesadelo.

“Você saiu para fazer mais um show, para trabalhar para a nossa família! E agora não saberemos que horas você volta.Você subiu a comunidade e cantou, fez um super show. Perpetuou sua mensagem de amor.Amanhecemos com a nossa casa invadida. Prisão e pesadelo”, contou.

A PRISÃO:

O cantor Belo foi preso na tarde desta quarta-feira (17) no Rio de Janeiro após ser alvo da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil carioca. As informações são do portal de notícias G1.

De acordo com o site, ele está sendo investigado pela realização de um show ilegal no último final de semana de carnaval no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio.