Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Exclusivas / SAUDADE

Um mês após sua morte, Marília Mendonça segue com seu legado vivo

Um mês após sua trágica morte, Marília Mendonça continua fazendo história e alcançando números expressivos

Paloma Tavares Publicado em 05/12/2021, às 10h00

Um mês de saudade: O legado construindo na ausência de Marília Mendonça - Divulgação
Um mês de saudade: O legado construindo na ausência de Marília Mendonça - Divulgação

Neste domingo (05) a morte trágica, e precoce, de Marília Mendonça completa um mês. Aos 26 anos, a artista faleceu após a aeronave em que estava com mais quatro pessoas bater em cabos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em Caratinga — MG.

A cantora estava no auge de sua carreira e voltando aos palcos, após uma longa parada por conta da pandemia da Covid-19, mas engana-se quem acredita que a partida da eterna Rainha da Sofrência deu pausa ao seu crescimento artístico. Após um mês de ausência, ela segue realizando grandes feitos e acumulando números para lá de expressivos. Resultado do esforço feito ainda em vida.

A sertaneja consagrou-se a cantora mais escutada no Spotify em 2021, e se não bastasse a primeira posição no ranking feminino, ela também garantiu o terceiro lugar no ranking geral de artistas brasileiros, perdendo apenas para Os Barões da Pisadinha e Gusttavo Lima. Além disso, Maiara e Maraisa ficaram em segundo lugar na lista de artistas femininas, muito disso se deu graças ao sucesso estrondoso de Patroas 35%, álbum da dupla ao lado de Marília, de quem eram grandes amigas.

E também teve grandes conquistas globais. Um dia após sua morte, a estrela se tornou a pessoa mais ouvida no Spotify mundial, com 28,6 milhões de streams no dia. Ela desbancou grandes nomes internacionais, como Taylor Swift, Adele e Ariana Grande. A artista também emplacou três canções no top 200 global da plataforma. Esqueça-me se for capaz (48.ª), Todo mundo menos você (68.ª) e Troca de calçada (145.ª), além de emplacar 74 músicas no ranking brasileiro.

No YouTube, os números de Marília Mendonça, que em 2020 teve a live mais vista da história do canal, acumulando 3,31 milhões de visualizações em simultâneo, subiram mais que 350% desde sua morte, segundo aponta a Charts, do YouTube. O irmão da cantora, João Gustavo, inclusive, lançou um clipe inédito ao lado da irmã, que ficou entre os mais populares do site. Calculista foi parceria da dupla Dom Vittor e Gustavo junto da sertaneja.

PRÊMIOS

Em nome da trajetória da mãe de Léo, ela ainda conseguiu ser vencedora de grandes prêmios. Concorrendo ao Prêmio Multishow com Anitta, Ivete Sangalo, IZA e Luísa Sonza na categoria Melhor Cantora do Ano, ela foi escolhida previamente como campeã e as votações não irão acontecer.

A musa também leva o prêmio de Melhor Cantora do Prêmio CONTIGO!, que em 2020 foi uma das categorias mais disputadas. A redação da CONTIGO! decidiu que não há disputa pelo prêmio neste ano. Em respeito à memória de Marília Mendonça, aos seus milhões de fãs e aos amigos e familiares, ela foi eleita, previamente, a melhor cantora do ano de 2021.

SAUDADE DOS FÃS

Grande fã da artista, o Analista de Importação Rauldney Neves disse que está sendo difícil lidar com a saudade. Ele, que esteve presente em vários shows da artista, inclusive na gravação do DVD Realidade — Ao Vivo em Manaus, conta que tem planos para homenagear a ídola.

“A saudade aperta muito, pois as músicas dela sempre estão ligadas à nossa vida, são 30 dias sem ela, e tem uma música (O que falta em você só eu) que o começo retrata muito o que estamos passando. Acompanho de perto os fãs clubes reconhecidos pela Marília, e vejo de perto a dor que está tendo. [Mas] em pouco tempo, tenho planos de criar uma caricatura dela em minha residência, estamos estudando para ficar como uma lembrança eterna.”, diz ele, em declaração enviada à CONTIGO!.