Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Exclusivas / VISH!

De volta à Globo, Neusa Borges sobreviveu à AVCs, fez bico em brechó e pediu emprego na TV

Neusa Borges está de volta para mais uma produção na TV Globo, mas viveu muito nesses 10 anos de geladeira

Redação Contigo! Publicado em 09/07/2022, às 07h33

Dramas vividos por Neusa Borges - Reprodução/Instagram
Dramas vividos por Neusa Borges - Reprodução/Instagram

Você lembra da Neusa Borges? A atriz ficou 10 anos afastada da TV Globo e agora está de volta para fazer parte do elenco fixo da terceira temporada de A Divisão, série do Globoplay.

Para quem não lembra, ela estreou em novelas em Venha Ver o Sol na Estrada, da Record TV em 1973, e fez algumas novelas da TV Globo, como Escrava Isaura, Dona Xepa, Dancin' Days , A Indomada, O Clone, Caminho das Índias, América e Salve Jorge, até então seu último trabalho na Globo.

Mudança para Salvador

Após Salve Jorge, as coisas começaram a complicar na vida pessoal e profissional da veterana. Isso porque a atriz não conseguiu mais trabalhos e ela enfrentou apertos financeiros. Em 2020, durante o programa A Tarde é Sua, ela contou que se mudar para Salvador não foi uma escolha. NeusaBorges passou muitos anos no Rio de Janeiro, mas acabou perdendo o seu apartamento.

“Eu tô morando em Salvador não é por opção tão minha, porque eu sempre morei no Rio de Janeiro. Eu estou em Salvador porque perdi meu apartamento, estou desempregada desde Salve Jorge (2012-2013), como vários atores pobres. Não sei o que a mídia tem que só fala desses poderosos. Eu nunca mamei na teta da Globo e estou aqui, morando em Salvador, como muitos outros que não têm onde morar”, declarou.

Pedido de trabalho

Desde que parou de fazer novelas ela foi a público algumas vezes pedir trabalho para os autores e diretores de novela. Durante sua participação no programa Superpop, em 2015, ela desabafou e fez um apelo para a Record contratá-la para suas produções. À colunista Patrícia Kogut, ela contou em 2016 que já mandou e-mail para Gloria Perez pedindo trabalho, mas nunca foi esquecida pela escritora.

Queda de carro alegórico

Durante o carnaval de 2003, enquanto desfilava pela escola de samba Unidos da Tijuca, Neusa Borges caiu do carro alegórico, que estava com problemas e sofreu uma fratura na bacia. A atriz foi socorrida pelo corpo de bombeiros, levada ao hospital Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro e, mais tarde, transferida para uma clínica particular. Ela fez uma cirurgia e colocou 22 parafusos na bacia e uma placa de titânio no joelho. Devido à sua queda, a atriz ganhou direito de ser indenizada em mais de R$ 700 mil pela escola, após ação judicial.

Desmaio em gravações

Em 2013, durante as gravações da novela Salve Jorge, a atriz desmaiou e foi levada às pressas para o Hospital Copa D'Or, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Na época, sua filha, Priscila Borges, relatou à Purepeople o que aconteceu: "Ela teve uma crise de labirintite, mas já foi medicada. Ela estava bem quando saiu de casa hoje, não estava sentindo nada".

AVC

A atriz já sofreu dois AVC’s, um em 2011 e em 2012. Quando atuava na novela A Vida da Gente, ela chegou a ficar internada. Logo depois do susto, deu uma entrevista e comentou sobre o caso. “Não quero nem lembrar mais desse susto (…) Trabalho porque preciso, tenho uma família para sustentar. Quando esse AVC ocorreu, as minhas lágrimas foram unicamente pensando na novela, que é uma das mais lindas dos últimos tempos”, disse.

Hérnia de disco e marcapasso

Em agosto de 2020, a artista foi internada em um hospital em Salvador, na Bahia, e diagnosticada com hérnias de disco e precisou colocar temporariamente um marcapasso no coração.

Brechó

Neusa Borges era proprietária de um brechó em Salvador, mas precisou vender em 2021 devido à crise causada pela pandemia do Coronavírus. Segundo sua filha, Ondina Borges, "houve frustração ao entregar a loja, mas havia uma preocupação com o pagamento dos aluguéis". Para a Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a veterana contou que está mais aliviada por não precisar mais arcar com as despesas e o aluguel.

“Vendi porque era uma preocupação. Depois, recebi algumas cestas básicas dos amigos que nunca se esquecem de mim e está tudo bem. Nos meses passados, a única coisa que me aborreceu foi ter deixado de lado minha cervejinha. Agora tenho ficado em casa, gosto de ler um bom livro, ver um bom filme, faço palavras cruzadas... Sou uma boa dona de casa”, disse.