Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Olha que fofa!

Não tem como não se encantar com a pequena Duda, filha de Juliana Baroni, 
que tirou uma pausa para se dedicar 
à materinadade e agora volta à TV para comemorar 25 anos de carreira

Mariana Silva Publicado em 01/10/2015, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Juliana Baroni e a filha, Duda - Marco Pinto
Juliana Baroni e a filha, Duda - Marco Pinto
A fofíssima Maria Eduarda já mostra segurança com seus passinhos curtos e rápidos, enquanto passeia pela sala da casa. “Olha lá, ó! Ela é muito esperta e segura, quase um furacãozinho! Esse, na verdade, é o meu maior medo como mãe”, conta a atriz Juliana Baroni, 37 anos, que acompanha com o olhar a correria da filha de 1 ano e 4 meses com o empresário Eduardo Moreira, 39. A felicidade está com a família e com o trabalho, já que ela completa 25 anos de carreira como protagonista na novela Cúmplices de Um Resgate, do SBT. “Se eu tivesse que escolher o que fazer, escolheria exatamente o que estou fazendo agora. Meu trabalho se encaixa com minha vida pessoal”, contou ela, que recebeu a CONTIGO! em sua casa, no bairro do Ibirapuera, em São  Paulo. Dedicada à carreira desde os 11 anos – ela começou como Paquita do Programa da Xuxa, em 1990 –,  Juliana confessa que sempre gostou de trabalhar para o público infantil e que a experiência adquirida com a maternidade serviu de inspiração para que ela pudesse dar vida à Rebeca, uma mãe dedicada e atenciosa, sua personagem na trama do SBT.  “É meu primeiro papel como mãe. Acho que não conseguiria fazê-lo com tanta propriedade se não estivesse passando por isso. Após a chegada da minha filha, tudo mudou. É um amor que eu não sei explicar”, emociona-se.

Primeira filha de Juliana e terceira de Eduardo, Duda, como é carinhosamente chamada pelos pais, chegou no momento certo na vida do casal. “Começamos a namorar e já fazíamos planos para casar e ter filhos. Me preparei para isso e um mês depois que parei de tomar remédio, engravidei. Foi tudo muito rápido e mágico, casei aos 4 meses de gestação”, lembra ela, dizendo ainda que decidiu se afastar da TV para curtir cada momento da gravidez. “No começo eu enjoei muito, mas não tinha contraindicações médicas para trabalhar. Mesmo assim, por ser um momento tão novo e esperado, eu preferi me afastar”, explica. Com a rotina agitada, a atriz faz questão de acompanhar de perto o crescimento de Maria Eduarda. Como mãe, Juliana também tem aprendido muito na convivência com os enteados Francisco, 5, e Catarina, 4, frutos de um casamento anterior de Eduardo. “Eles sabem diferenciar as coisas e os lugares estão muito definidos. Para eles, eu sou a tia Ju, mãe da Duda, irmã deles. O Francisco é mais grudado com o Dudu (ela chama carinhosamente o marido assim), já a Catarina é mais minha amiga. A gente brinca, faz teatrinho junto”, conta. Focada na carreira, a atriz ainda não planeja aumentar a família, mas também não descarta a possibilidade de ter outro filho. “Duda ainda é pequena e eu tenho um ano de trabalho pela frente, quero me dedicar totalmente a isso. Não digo que não vá acontecer, mas se ficar só com ela também está bom. Tenho meus enteados, já são três”.
SÍMBOLO DE VITÓRIA
Na casa de Juliana, todos os detalhes estão em sincronia. Logo na entrada, a coleção de bebidas de Eduardo, os álbuns de fotografia na mesa de centro, que registram os melhores momentos da família, e a coleção de chapéus da atriz, um acessório que ela aprecia desde a infância. “Minha mãe (Riva Baroni, 61) é quem faz. Tudo que conquistamos veio através do trabalho dela com os chapéus. Para minha família é um símbolo de vitória”, explica a atriz.