Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

"Não fico esbanjando dinheiro"

O funkeiro Nego do Borel, que lançou CD, estreou em Malhação e criou uma ONG, jura que não quer ostentar

Por Lígia Andrade Publicado em 11/01/2016, às 11h01 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Nego do Borel - Isabela Kasson
Nego do Borel - Isabela Kasson
Divertido, autêntico... Nego do Borel, 23 anos, coleciona adjetivos e fãs na internet com suas caretas e tiradas. O funkerio, no ar como Cleiton em Malhação (Globo), acumula 5 milhões de curtidas no facebook e tem no jogador Neymar, 23, um de seus fãs mais entusiasmados. Nascido e criado no Morro do Borel, comunidade na zona norte do Rio, o cantor não esconde suas raízes humildes - estudou até a 8ª série, catou latinhas para sobreviver e passou fome - e diz que sempre valeram a pena. Autor de hits como Não me Deixe Sozinho e Brincadeiras das Maravilhas, ele deixou o morro há um ano para morar em uma confortável casa em Curicica, na zona oeste, e planeja se mudar para uma ainda mais luxuosa no Recreio dos Bandeirantes, no fim do mês. "Quero uma coisa moderna, simples, sem o meu nome escrito em todo lugar."

A PRIMEIRA 'MERREQUINHA'
Agora na Globo, Nego não esconde que atuar foi a realização de mais um desejo. Da simples participação, ele ganhou um personagem fixo. "Sempre quis fazer novela, aparecer, ser reconhecido", confessa o cantor. Leno Maycon Viana Gomes - nome de batismo de Nego - começou a trabalhar ainda garoto. Em 2012, pegou carona na moda do funk ostentação e lançou seu primeira sucesso no Youtube, Os Caras do Momento. "Sou tranquilo, não ostento, sou maluco, mas não fico esbanjando dinheiro", afirma.

A parceria com o Bonde das Maravilhas mudou o destino do cantor. "Só comecei a ganhar dinheiro quando trabalhei com elas, era uma merrequinha, mas comprei o meu computador", recorda. Nego nunca esquece sua trajetória. "Tantas vezes passei fome, não tinha um real no bolso. Quero valorizar meu dinheiro, investir para não voltar atrás", explica ele, sem receio de ser um sucesso passageiro. "Posso não ficar para sempre no auge, é complicado. Mas trabalho muito, confio no meu potencial."
Evangélico, Nego está afastado da igreja. No entanto, a qualquer hora, acredita, vai retomar as atividades religiosas. "E largar tudo e servir a Deus, vou me entregar", afirma ele, que criou uma ONG no Borel com aulas de capacitação, orientação escolar e esportes. "Se deixar, vou ao morro quase todos os dias. Tento passar o exemplo", avalia.

O QUE VIER É LUCRO
Nego correu atrás para entrar em Malhação e já está tirando de letra o desafio - até já deu seu primeiro beijo técnico! "Fiquei nervoso, mas deu tudo certo". Namorando há 1 ano e 7 meses a empresária Crislaine Gonçãlves, 25, o cantor diz que é complicado 'segurar a onda' com o assédio feminino. "Ela é ciumenta. Só Deus mesmo na causa, tem de pedir força ao Papai do Céu para se concentrar. Mas ela me completa, está comigo desde quando eu estava no morro."
Vaidoso, depois de estourar no mercado musical, Nego fez tratamento dentário, ganhou músculos e faz questão de escolher as roupas que usa, além de fazer a própria maquiagem nos shows. Ele realizou e conquistou tudo o que almejava. Agora, o que vier, é lucro. "Não tenho mais sonhos."