Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Exclusivas / DESABAFO

Liziane Gutierrez rebate críticas após fotos com tanque na Ucrânia: "Não fui a única"

Na Ucrânia para trabalho voluntário, Liziane Gutierrez rebate críticas e lamenta que fãs não procuraram saber o que ela está fazendo por lá

Gustavo Assumpção Publicado em 26/05/2022, às 17h50

Liziane Gutierrez rebate críticas por fotos com tanque na Ucrânia: "As pessoas não entenderam" - Reprodução/Instagram
Liziane Gutierrez rebate críticas por fotos com tanque na Ucrânia: "As pessoas não entenderam" - Reprodução/Instagram

A modelo Liziane Gutierrez está abalada nesta quinta-feira (26). É que uma série de fotos publicadas pela modelo nas redes sociais gerou uma interpretação equivocada e muitas críticas para a influenciadora. 

Ela está na Ucrânia onde participa de um trabalho voluntário para ajudar vítimas da Guerra. Foi então que ela decidiu posar na frente de tanques russos. A foto foi mal interpretada e gerou críticas.

CONTIGO! procurou a modelo e quis entender o que aconteceu. Ela lamentou as críticas. "As pessoas não entenderam foi o fato de que essa era uma área ocupada pelos russos, e esses tanques eram tanques russos. Nós estávamos comemorando a derrota da Rússia na invasão de Buch", disse ela.

Ela contou que esse comportamento é comum entre os ucranianos que resistiram à invasão. "Não fui a única a subir no tanque, diversos ucranianos, que também subiram, gritavam lá de cima: Slava Ukraine! Não sou ucraniana, mas sei e sinto essa guerra desde o início. Jamais faria isso se fosse um tanque ucraniano", declarou ela.

Perguntada sobre o que tem a dizer para aqueles que a criticam, ela pediu que os seguidores procurem entender o que ela foi fazer no país europeu. 

"Eu acho que quem critica não deve estar acompanhando o meu trabalho. Sempre quiseram me criticar. Me compararam ao Arthur do Val e agora só falam das fotos. Querem resumir meu trabalho a nada, a polêmicas que não existem", desabafou ela.

Liziane Gutierrez ainda contou detalhes de como está a cidade após a tentativa de invasão. "Eu já vi muita coisa, inclusive quando eu estava perto dos tanques russos onde fiz essas fotos, tinha um corpo de um soldado russo carbonizado dentro de um dos tanques", relata ela que ainda garantiu que está tomando todos os cuidados para não fazer sensacionalismo.

"Se quisesse polêmica, sensacionalismo, teria filmado o corpo, mas por respeito a família daquele soldado que talvez não quisesse que ele estivesse ali eu preferi não filmar. Um conhecido meu, na verdade amigo do soldado que eu estava, morreu em um dos ataques de mísseis em Lviv", relatou a modelo.

Veja: