Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Juliane Araújo revela que está na hora de descansar

A atriz se despede de Sarita em Êta Mundo Bom! e planeja viagem ao lado do marido para a Europa

Por Ligia Andrade Publicado em 22/08/2016, às 18h15 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Juliane Araújo, a Sarita de Êta Mundo Bom! - Fotos: Pino Gomes
Juliane Araújo, a Sarita de Êta Mundo Bom! - Fotos: Pino Gomes
Na reta final de Êta Mundo Bom! (Globo), Juliane Araújo já sabe o que vai levar de recordação de sua desinibida e ambiciosa Sarita. “Se pudesse, levaria tudo (risos)! É apaixonante a caracterização dela. O batom já é meu, com certeza”, brinca a atriz carioca, que não esconde a tristeza pelo fim de mais um ciclo de trabalho. “É um sofrimento. A gente pode até trabalhar com um ator em outro projeto, mas nunca será aquela mesma turma, contando aquela história...” 
Juliane entrou no folhetim de Walcyr Carrasco, como uma dançarina do Taxi Dancing disposta a conseguir o coração de Romeu (Klebber Toledo). E a personagem conquistou seu espaço na trama, deixando sua intérprete feliz da vida. Nem as cenas mais ousadas são um problema para ela. “Sarita é desinibida ao extremo. Não tem muito o que pensar e, sim, se emprestar para a cena. Para falar a verdade, na cena do rio, por exemplo, o que mais incomodou foi o frio de 10 graus em Teresópolis (Região Serrana do Rio de Janeiro). Gravamos horas dentro de uma cachoeira congelante (risos).” Juliane já chegou até a ficar sem dormir quando soube que precisaria fazer uma cena dessas. “Era a minha primeira cena de nu, passei a noite em pânico! Quando acabou, respirei aliviada porque percebi que o nu em uma boa história fica em segundo plano”, avalia. 
Agora, após os meses de dedicação à novela, é hora de tirar merecidas férias. A atriz vai aproveitar para viajar com o marido, o produtor de eventos Felipe Mazza, para Europa. “Vai ser coisa rápida. É importante parar um pouco para esvaziar. Coisas boas estão por vir...”, vibra ela, que pretende usar o visual da personagem por um tempo ainda. “Já passei por umas cinco mudanças de visual. E em novela de época precisa-se fazer escova e babyliss – o que danifica os fios. Na vida real, gosto de ficar bem loira (risos). Sempre tento voltar às minhas raízes.”

Juliane contracena com com Anderson Di Rizzi (Zé dos Porcos) e Flávio Migliaccio (Josias) 

Básica no dia a dia
Em cena, Sarita está sempre muito maquiada, o oposto de Juliane no dia a dia. “Fico só com blush, que adoro. À noite, uso nos olhos e realço a boca”, diz. Na academia, quatro vezes por semana, ela aposta no trio musculação, exercícios aeróbicos e aulas de dança para manter a forma. E alia tudo isso com a reeducação alimentar. “Tento não sair da dieta.”  
Um pouquinho bagunceira, colecionadora de abajures e notívaga, Juliane começou sua trajetória no teatro, ainda menina, aos 8 anos. A estreia na TV aconteceu em Lado a Lado (Globo, 2012), emendando logo depois com Joia Rara (Globo, 2013). “A arte me chamou bem cedo. Na adolescência, entrei para uma companhia de teatro infantil. Fiz algumas séries e esse ano estreou meu primeiro longa”, festeja ela, referindo-se A Frente Fria que a Chuva Traz, de Neville d’Almeida. 

Casada há dois anos com o produtor de eventos Felipe Mazza, a atriz planeja viajar para Europa com o marido