exclusivas   / Inesquecível

José Wilker: Relembre a carreira do ator que completaria hoje 76 anos

Com uma morte inesperada, um dos maiores nomes da televisão brasileira faria aniversário nesta quinta-feira (20)

Redação Contigo! Publicado quinta 20 agosto, 2020

Com uma morte inesperada, um dos maiores nomes da televisão brasileira faria aniversário nesta quinta-feira (20)
Com uma morte inesperada, um dos maiores nomes da televisão brasileira completaria 76 anos nesta quinta-feira (20) - Reprodução/TV Globo

Nesta quinta-feira (20) o ator José Wilker, um dos maiores nomes da dramaturgia brasileira, completaria 76 anos.

Além de ator, ele também foi diretor, apresentador e crítico de cinema. Mas teve sua trajetória interrompida em abril de 2014, aos 67 anos, após sofrer um ataque cardíaco.

O artista nasceu em Juazeiro do Norte, Ceará, mas ainda criança se mudou com a família para Recife. Quando jovem, se mudo para o Rio de Janeiro para realizar seu sonho de estudar Sociologia, mas abandonou o estudo acadêmico para se dedicar exclusivamente ao teatro. 

Conquistou alguns prêmios atuando em peças teatrais e, em 1971, teve a oportunidade de estreiar seu primeiro trabalho nas telinhas da TV Globo e, desde então, se tornou um queridinho do público.

Apesar de a televisão ter conquistado esse cearense, o ator não esconde sua grande paixão pelo cinema. Participou de filmes importantes como Xica da Silva (1976) e Bye Bye, Brasil (1979), ambos de Cacá Diegues.

Para homenageá-lo, separamos dez grandes personagens de sua carreira inesquecível para você relembrar. Confira!

BANDEIRA 2 (1971): Em seu primeiro trabalho na televisão, o ator deu vida ao jovem Zelito. Filho introspectivo de Tucão (Paulo Gracindo),que vivia trancado no quarto, pintando quadros

GABRIELA (1975): Na primeira versão da trama, o artista interpretou o exportador de cacau Mundinho Falcão que, após se fixar em Ilhéus, se envolve na renovação política da região e se apaixona por Jerusa (Nívea Maria), neta do coronel Ramiro Bastos (Paulo Gracindo)

ANJO MAU (1976): Também na primeira versão de Anjo Mau, o ator viveu outro personagem de destaque: Rodrigo. Um homem que tentava conquistar a confiaça do pai, Edmundo Medeiros (Francisco Moreno)

ROQUE SANTEIRO (1985): O cearense protagonizou a trama como o personagem Roque Santeiro. filho de Salu (Nelson Dantas) que se torna herói da região depois de defendê-la de bandidos

O SALVADOR DA PÁTRIA (1989): O artista viveu o personagem João Matos. Comandante da aviação comercial, fez carreira por méritos próprios, e espera uma promoção e vivia 

FERA FERIDA (1993): Nessa trama, o ator deu vida a Demóstenes, prefeito de Tubiacanga. É viúvo, sensual, amante exagerado, falante, esperto e muito eloquente

A PRÓXIMA VÍTIMA (1995): Na trama de intenso suspense de Silvio de Abreu que parou o Brasil para saber seu desfecho, o ator viveu Marcelo Rossi, um homem charmoso que  vivia um triângulo amoroso da novela

SENHORA DO DESTINO (2004): Um dos personagens mais queridos de Wilker foi Giovanni Improta. Ex-bicheiro e presidente da escola de samba Unidos de Vila São Miguel, Giovanni carregava uma paixão por Maria do Carmo (Susana Vieira) etinha um vocabulário próprio

GABRIELA (2012): O artista também participou da segunda versão de trama do horário das onze, dando vida ao vilão Jesuíno, que tinha o famoso borsão: "Deite que vou lhe usar"

AMOR À VIDA (2013): Em um de seus últimos trabalhos na telinha, o ator interpretou Herbert, um colega de César (Antonio Fagundes) e Pilar (Susana Vieira) nos tempos de faculdade, assume a direção do hospital San Magno

Último acesso: 28 Nov 2020 - 19:17:40 (1121047).