Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Jiang conta os detalhes da reta final de sua gravidez

Grávida da primeira filha, Cecília, a queridinha da segunda edição do MasterChef Brasil, conta como ficou a vida após o programa e fala da repercussão de sua mistura de português e chinês

Mariana Silva Publicado em 16/04/2016, às 15h03 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Jiang Pu - Rogerio Pallatta
Jiang Pu - Rogerio Pallatta
Ao chegar ao apartamento de Jiang Pu, no centro de São Paulo, já dá para entender o motivo pelo qual a chinesa de 26 anos e porte pequeno conquistou o carinho do público. “Oi, você quer tomar café?”, ela pergunta. Ah, o cheirinho e a delicadeza dos biscoitos chineses com recheio de amendoim não passaram despercebidos pela equipe de CONTIGO!.
Terceira colocada na segunda edição do MasterChef Brasil, Jiang se tornou a queridinha dos telespectadores não só pelo talento na cozinha, mas também por seus pequenos erros de português em frases fofas de sabedoria, além de reinterpretações de nomes de ingredientes, como “flango”, “cebora”. “Foi difícil me adaptar à língua portuguesa, porque sempre vivi em comunidade chinesa. Comecei a ter amizades e conviver com mais gente durante a faculdade, o que me ajudou mais”, explica ela, que chegou ao Brasil aos 12 anos. “Às vezes, quando uma pessoa tem sotaque forte ou fala muita gíria, eu não consigo entender, preciso de legenda (risos)”, diz com bom humor. 
Formada em estatística pela USP, o amor pela cozinha dividia espaço com a busca por uma estabilidade na carreira e aceitação em casa. “Eu sempre gostei muito de cozinhar. Cheguei a pesquisar cursos específicos, mas, na época, não tinha muitas opções aqui no Brasil. E sabia que minha família não apoiaria. Aí eu abandonei esse sonho e fui atrás de algo que pudesse me sustentar no futuro, só que nunca me encontrei”, conta. A decisão de participar de um reality show culinário demorou para se concretizar e o resultado veio como uma surpresa. “Eu só queria uma oportunidade de entrar na área com algum reconhecimento. Não imaginava que seria tudo isso. Até agora não me acostumei com tudo o que mudou.”


contando os dias... 
Aos sete meses de gestação, Jiang não vê a hora de dar à luz. “Pode escrever: é muito chato estar grávida (risos)! A gente devia ser que nem pinguim: colocar ovo e dar para o marido cuidar até nascer”, brinca ela, que oficializou a união com o consultor Ricardo Matioli, 26, em agosto. Cecília, primeira filha do casal, deve chegar em maio. “Dá vontade de colocar a mão na barriga, empurrar e dizer: ‘Sai logo daí!’ (risos). Antes de engravidar ninguém te conta que não é só paraíso. Tem muito mal-estar! Tô contando os dias para ela nascer!”, se diverte. Com todos os sintomas e as mudanças que vieram com a gravidez, Jiang começou a usar a alimentação como sua maior aliada. “Como muita fruta, principalmente as azedas. Elas me ajudam a me sentir mais confortável e a não ter enjoos. Acho que essa nenê vai ser vegetariana, não consigo mais comer nenhum tipo de carne”, confessa.
No comando de A Prévia, na Band, Jiang não pretende deixar a TV com o nascimento da pequena. “Vou trabalhar até onde eu conseguir. Dá muito tédio ficar em casa”, conta.