Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Exclusivas / INTERNET

Laura Brito dribla rótulo de cafona, cria conteúdo plural e aposta na sustentabilidade: "Nenhuma roupa é brega"

Em entrevista, influenciadora conta como cria conteúdo para a internet respeitando as diferenças

Julia Palmieri Publicado em 14/06/2021, às 10h25

Laura Brito dribla rótulo de cafona, cria conteúdo plural e aposta na sustentabilidade: "Nenhuma roupa é brega" - Reprodução/Divulgação
Laura Brito dribla rótulo de cafona, cria conteúdo plural e aposta na sustentabilidade: "Nenhuma roupa é brega" - Reprodução/Divulgação

Youtuber e influenciadora, Laura Brito, de 26 anos, soma quase 10 milhões de seguidores nas redes sociais. Falando de moda e maquiagem há mais de 8 anos, ela contou, em entrevista exclusiva para a CONTIGO!, como começou a fazer vídeos de customização de roupas. Driblando o preconceito por ser nordestina, ela teve seu sotaque julgado e foi considerada “cafona”.

Natural de Pernambuco, ela morou por muitos anos na Paraíba com a mãe, mesmo estado de Juliette Freire, a campeã do BBB21. Grande fã da paraibana,  a influenciadora aproveitou para dar dicas de como fazer um delineado igual ao da maquiadora.

MODA

O interesse de Laura Brito por moda começou ainda adolescente, 10 anos atrás, quando ela tentava se vestir “na moda”, mas não tinha condições de comprar roupas muito caras. Além disso, ela também não encontrava peças do seu tamanho por ser muito magra e pequena. A maioria das suas roupas eram da seção infantil.

“Eu não tinha condições de estar dentro da moda e me vestir da forma que eu queria. Eu entendo que moda é muito amplo, mas moda é você se vestir como você se sente bem. É essa comunicação com roupas. A nossa imagem comunica”, conta ela.

Para poder se expressar do jeito que queria, e criar seu próprio estilo, a youtuber começou a transformar as roupas: “Eu comecei a customizar as minhas roupas justamente para que elas passassem a imagem que eu queria, e foi assim que até hoje eu enxergo as minhas roupas e a moda. Tudo pode se transformar. Não acredito que nenhuma roupa é brega”.

Laura Brito sempre teve facilidade com trabalhos manuais, então não foi difícil  começar a cortar e costurar suas roupas. Além disso, sua mãe tinha um ateliê de costura.  “Eu vivia nessa realidade. De ter roupa espalhada, da minha mãe me ensinar a cortar.  Me ensinar a modelagem, tipo de tecido, eu já tinha essa aptidão por trabalhos manuais e ver a minha mãe ali, mexendo com isso, eu consegui juntar os dois”, explica a youtuber.

Quando decidiu fazer vídeos para a internet, a influenciadora sabia que mais a interessava era levar esses conteúdos de transformação. Muitas pessoas do seu dia a dia se interessavam em saber de onde eram suas roupas: “Me perguntavam: ‘Laura de onde é esse short que você usa?'. Era uma calça do meu pai que eu cortei porque eu queria um short “destruído” da moda. Mas não tinha do meu número, não tinha do jeito que eu gostava. Eu pegava, costurava, cortava. Eu decidi levar pro Youtube porque muita gente me pedia na minha vida real. Foi assim que eu introduzi”.

Reprodução/Instagram

MODA SUSTENTÁVEL

Laura Brito também faz seu conteúdo voltado a moda sustentável, pensando nas maneiras em que podemos consumir as roupas de forma mais ecológica, principalmente pensando no futuro das próximas gerações.

“Por muito tempo eu fazia, eu tinha isso dentro da minha vida, mas eu não sabia que era uma moda sustentável. Mas eu sempre fiquei muito preocupada das pessoas quererem sempre uma coisa nova, comprar exageradamente.  De onde é que vem? Como é feito essa fabricação? O tempo que leva, o desgaste. Você compra uma coisa, ai você não usa”, explica ela. 

A youtuber ainda ressalta que, nos seus vídeos, gosta de lembrar que cada um tem seu estilo e que não existe nada fora de moda, brega ou feio. Laura Brito acredita que não é deselegante repetir roupa. Ela valoriza que cada um seja criativo ao demonstrar sua essência através da moda.

CRÍTICAS E PRECONCEITO

Por ser uma mulher nordestina falando de moda, Laura Brito já recebeu diversas críticas e comentários negativos. Muitos também duvidavam se ela realmente usava as roupas que customizava ou até zombavam de seu sotaque. “As pessoas julgavam muito se eu realmente usava e vivia o que eu falava. E eu entendi que o preconceito estava ali em usar uma roupa transformada. Sempre falavam: ‘não é possível que ela usa’”.

Laura Brito revela que as opiniões sobre o seu sotaque se divergiam. Alguns gostavam, outros achavam feio e outra parte pensava que ela forçava o jeito em que falava. “Tem o preconceito de eu ser nordestina e falar de moda. Julgavam meu estilo: ‘nordestina é brega, nordestina é cafona’ Eu ouvi muito preconceito, a xenofobia sobre a moda atrelada de onde eu vim”.

A influenciadora também sofreu preconceito de algumas marcas, que queriam mudar o sotaque e o jeito que ela falava. Apesar de ter sofrido muitos julgamentos, conseguiu superar essas críticas e foi até elogiada em eventos pelo seu estilo, sendo eleita a mais bem vestida em alguns deles, como o Baile da Vogue e o São João da Thay.

“Eu acho que a gente não deve ser julgada de onde a gente é, de onde a gente vive. Isso não nos torna burros, cafonas, deselegantes. Mas eu soube lidar, sei lidar até hoje. Consegui passar por cima disso, mas não deixa de ser muito triste”, desabafa.

JULIETTE E BBB

Apesar de ser pernambucana, Laura Brito morou por muitos anos na Paraíba, mesmo estado da queridinha do Brasil e campeã do BBB21, a Juliette Freire. Recentemente, a youtuber voltou a morar em Recife, sua cidade natal. A influenciadora, que se inspira muito na ex-BBB, aproveitou para dar algumas dicas para fazer o delineado perfeito da Juliette.

“O forte dela na casa era o delineado. Ela dizia que era maquiadora e não podia errar, então ela não ousava muito. Todas as maquiagens dela eram impecáveis. Se você quer fazer uma maquiagem parecida com a de Juliette, treine o seu traço, o delineado. Use um papelzinho pra você apoiar. Uma dica é o delineador de caneta. Se joga. Delineado gráfico, de gatinho, duplo. E é a cara de Juliette”, ensina.

Sem papas na língua, Laura Brito também revelou que não teria medo de participar do Big Brother Brasil: “Eu com certeza iria, eu acho que é um desafio muito legal. Eu mostro a minha vida muito transparente na internet. Eu acho que as pessoas também iriam se surpreender com algumas facetas minhas que não são mostradas. Mas eu super me aventuraria, a vida é só uma e eu iria de cabeça”.

SUCESSO

Laura Brito confessa que, apesar de não ter imaginado que iria dar tão certo na internet e fazer sucesso, ela já criava uma expectativa nesse trabalho. Mesmo estando há 8 anos no Youtube, e com vários vídeos que viralizavam, foi só há 3 ou 4 anos que isso realmente se tornou o seu trabalho e ela teve grande retorno financeiro.

“Quando eu percebi que começou a crescer eu fiquei louca. Quando o negócio foi realmente pra frente, que virou meu trabalho e começou a dar renda. Eu disse: ‘eu não acredito que consegui o que eu sempre quis’. Então foi um choque, mas muita gratidão a quem gostou de mim pelo jeito e ficou lá. Eu achava que ia ser um pouco difícil pra mim porque eu não tinha o que todo mundo tinha. Mas depois eu vi que foi isso que foi o tempero do negócio. Ser do meu jeito. As pessoas se identificaram. Aprendendo, estudando e conseguindo passar um conteúdo que eu tivesse confiança”.

DICAS

Para quem quer começar, a youtuber deu dicas valiosas. A primeira é investir nas particularidades pessoais, prestar atenção em diferenciais, porque é isso que torna o conteúdo único. A segunda fala sobre ter confiança em si mesmo.  “Acredite. As vezes a gente não acredita muito na gente. A gente acha que a outra pessoa é melhor, que a outra pessoa vai dar certo e você não. Por um tempo faltou muito eu acreditar em mim mesma. E pra mim que a primeira virada de chave foi quando eu passei a acreditar em mim e ai não existia ninguém que me dissesse que eu não ia conseguir. Por que não eu? Então acreditem muito no que vocês fazem. Se você acreditar todo mundo vai acreditar, só basta você fazer primeiro”.