Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

EXCLUSIVO: Thais Fersoza pronta para receber Melinda

Grávida de oito meses, a atriz se sente uma mulher plena. No ar como a vilã da novela Escrava Mãe, ela conta como está aproveitando cada momento ao lado do marido, o cantor Michel Teló

Por Mariana Silva Publicado em 25/06/2016, às 20h52 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Thais Fersoza posa com exclusividade para a CONTIGO! - Fotos: Divulgação
Thais Fersoza posa com exclusividade para a CONTIGO! - Fotos: Divulgação
Aos 32 anos, Thais Fersoza está em sua melhor fase. No ar como a malvada Maria Isabel, de Escrava Mãe (Record), a atriz não esconde a felicidade por completar 20 anos de carreira no mesmo período em que espera a chegada de Melinda, sua primeira filha, ao lado do marido, o cantor sertanejo Michel Teló. “É um momento de maturidade profissional, pessoal, de estabilidade e segurança. Estou bem comigo e com quem sou, com o lugar aonde cheguei e com minhas próprias convicções. Tenho uma personagem tão madura e, ao mesmo tempo, estou realizando o sonho de gerar uma vida. Posso dizer que é o ápice para mim”, conta ela, que está em sua 37ª semana de gestação. 
Casados desde outubro de 2014, Thais e Michel já tinham o desejo de ter filhos, mas decidiram esperar o momento certo. “Sempre falamos que nós dois já éramos uma família, mas queríamos expandir. Nos planejamos para que tudo acontecesse na hora certa”, explica a atriz. Ao que tudo indica, Melinda (uma referência a “Minha Linda”), cujo nome foi escolhido a partir de um sonho de Thais, deve nascer no início de agosto, mas as expectativas começaram desde a descoberta da gravidez.


Para Thais, o momento é de extrema maturidade pessoal

GRÁVIDA, EU!? “Só desconfiei que estava grávida porque minha menstruação não veio. Depois, tive certeza quando fiz os exames, o ultrassom e a barriga começou a crescer (risos). Sinais mesmo, eu não tive nenhum. Nem indisposição, nem enjoo, nada. Costumo brincar dizendo que ela é tão boazinha com a mamãe, que nem me deixou passar mal. Foi um processo bem tranquilo, tudo muito natural, leve e gostoso. Acho que isso fez o momento ser ainda mais especial.”

INSTINTO NA RAÍZ “Sempre sonhei em ser mãe e creio que sempre tive esse instinto. Venho de uma família estruturada, religiosa e unida, assim como o Michel. Tenho certeza de que isso contribuiu demais para termos vontade de construir família, casar, ter filhos e dar continuidade ao nosso amor. Acredito que isso é exemplo de criação, o que a gente vê desde sempre dentro de casa. E, graças a Deus, a gente tem muito exemplo bom.”

DESCOBERTA SOLITÁRIA “Para a mulher, a gravidez é uma descoberta, a princípio, solitária. Porque primeiro você vê que sua menstruação atrasou, depois vai atrás da confirmação, então, é uma coisa solitária. E eu queria ter certeza antes de contar para o Michel. Sempre achei muito legal ser responsabilidade da mulher contar para o homem que ele vai ser pai. É tão bonito e, ao mesmo tempo, tão forte dar essa notícia para a pessoa que você ama! E eu, claro, fiz um monte de surpresas. Já tinha tudo planejado na minha cabeça para quando este momento chegasse e foi lindo, mágico. O olhar, as primeiras palavras dele... São coisas que ficarão registradas no meu coração para sempre.”

MÃE DE MENINA “Quando se trata do primeiro filho, você não tem nenhuma experiência, então, tanto faz. Queríamos que viesse perfeito e saudável, mas naturalmente, e sem querer, já falávamos no sexo feminino. Quando soubemos que era nossa filha, foi emocionante! Ficamos felizes não só por ser uma menina, mas também por essa coincidência. O mais legal é que para minha família vai ser a primeira neta. No lado do Michel, já são três filhos homens: ele, o Teófilo (39) e o Teotônio (30). Por enquanto, o Teófilo é o único que tem filhos e são dois meninos, então ela será a primeira menina. É um universo novo para os pais dele e a princesinha para os meus pais.” 


"Fico acariciando a barriga e é tão lindo! Você não sente e, quando percebe, já está ali", conta ela, sobre o barrigão

LINDA MINHA, MELINDA “Eu e o Michel trocamos apelidos carinhosos. Quando ele me liga, por exemplo, aparece ‘Meu Lindo’ e quando ligo para ele aparece ‘Linda Minha’. Uma vez, sonhei que estava em pé assistindo uma cena de longe. Via uma menininha sentada numa cadeira e o Michel agachado no chão, conversando com ela. ‘O papai vai trabalhar, mas daqui a pouquinho está de volta’, ele dizia. Para mim foi tudo muito claro. No sonho, ele falava: ‘A mamãe é a linda minha, você é a minha linda’, e ela respondia: ‘Eu sou a Melinda’. Lembro que acordei e escrevi esse nome. Quando contei para o Michel, ele ficou apaixonado na mesma hora: ‘Nossa! Esse vai ser o nome da nossa filha. Ela escolheu e mandou um recado para a gente’. É uma história que gostamos muito. Foi um sonho e foi tão bonito! Agora já sabemos que está vindo a Melinda.”

MOMENTO BOM “Sinto que com a maternidade fiquei mais tranquila e mais madura, até pela responsabilidade de ter um ser humano dentro de mim. A gente acaba ficando mais consciente, encarando as coisas com leveza. Tenho ansiedade e inseguranças típicas de uma mãe de primeira viagem. É tudo novidade, os assuntos e os interesses já são outros, e é tanta informação ao mesmo tempo, eu quero acertar... Mas acho natural de toda mulher que vai ser mãe pela primeira vez.”

MISSÃO CUMPRIDA “Quando eu gravei a novela não estava grávida. Hoje, estou em casa e assisto à novela com um olhar mais crítico. Analiso meu trabalho e fico tranquila, com a sensação de dever cumprido. Eu me sinto plena, completa por inteiro, entregue a meu momento.”

CADÊ O DESEJO? “Queria ter tido desejo só para saber como era. Estou sendo uma grávida bem tranquila, sabe? Não tive isso de querer comidas esquisitas. Acho superdivertido, mas não vivi e acho até que foi bom(risos).” 

AH, O BARRIGÃO! “Independentemente de estar grávida, a beleza vem de dentro para fora. Quando se está bem com si mesma, isso transparece, as pessoas enxergam. Estou curtindo muito este momento porque esperei por ele. Olho meu barrigão no espelho e acho lindo! Engordei pouco durante a gestação e sinto que meu rosto não está tão redondo. Claro, o corpo muda, mas é natural e eu já sabia que seria assim. Gosto de ver meu corpo se adaptando para receber a Melinda, e fico muito feliz por isso.”

TEM QUE TER LIMITE “Quero manter o equilíbrio entre a mãe coruja e a durona. Acho que filho pede limite e a gente tem que saber dizer não para ele aprender a ouvir o não. Peço a Deus que ela seja uma pessoa do bem, que respeite o próximo, seja gente boa, querida e generosa (risos).”


De férias desde o fim das gravações de Escrava Mãe, a atriz curte o período com a sensação de dever cumprido

PAPAI BABÃO “O Michel é mais carinhoso do que romântico e eu, particularmente, prefiro assim. Ele é todo meigo, acho que como pai de menina vai ser perfeito e babão. Ele já fala o quanto é apaixonado por ela, vai ser um chameguinho só. É gostoso ter ao lado uma pessoa que curte com você. Ele admira o barrigão, fala que acha lindo, que eu estou linda, fica emocionado em saber que nossa filha está aqui dentro.”

FÉ NO FUTURO “O mundo está muito difícil. É muito problema em todos os setores, de saúde, educação... Está tudo muito complicado. Mas acredito que, se Deus quiser, a gente vai conseguir construir um mundo melhor. Eu espero que as coisas mudem, tenho essa fé, principalmente quando penso que vou colocar um filho no mundo.”

CASAMENTO BLINDADO “Se algo mudou, foi para melhor. Estamos realizando e compartilhando esse sonho, vivendo experiências novas e imaginando tudo juntos. Isso só fez bem para a relação, nos aproximou ainda mais e só trouxe coisas boas. Temos muita admiração um pelo outro e acho que para um relacionamento isso é fundamental. Não tem como estar ao lado de alguém que você não admira, porque, quando acontece, seu olho brilha, é diferente.”

FÁBRICA OPERANTE “Nunca pensei em ter um filho só, espero que Deus abençoe pra que a gente tenha outros. Eu não pretendo esperar tanto, até para não ter uma diferença grande de um filho paro outro. Mas também não vamos tentar de imediato. Quero curtir, viver este momento, ver como é, pegar experiência.”  ​