Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Estopinha Rossi: a estrela da casa

Com mais de 3 milhões de fãs nas redes sociais, a cachorrinha é um sucesso, para alegria dos pais, Alexandre Rossi e Cynthia Macarrão

Por Tainá Goulart Publicado em 22/01/2016, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Estopinha Rossi e a família Rossi Macarrão - Thamys Trindade
Estopinha Rossi e a família Rossi Macarrão - Thamys Trindade
Com as orelhinhas dobradas, Estopinha Rossi, 6 anos, corre para lá e para cá, rebola e ainda faz “carão” na frente das câmeras, na paródia do videoclipe de Bang, um dos hits mais recentes da cantora Anitta, 22. Em menos de um mês, o vídeo já foi assistido por mais de meio milhão de pessoas no Youtube. E esse é só um dos exemplos do sucesso da cadela mais famosa do Brasil. 

Ao todo, são quase 3 milhões de seguidores nas redes sociais, número que ultrapassa vários artistas da TV, por exemplo. Sem contar que Estopinha está em segundo lugar no ranking de pets mais famosos do mundo, atrás apenas do Boo, um Spitz Alemão Anão, cujos números ultrapassam a marca de 17 milhões de fãs no Facebook. Ufa! Nem Alexandre Rossi, 42, mais conhecido como Dr. Pet, e a mulher, Cynthia Macarrão, 29, os pais da Estopinha, imaginavam que ela alcançaria esse público todo. “Quando eu a adotei, sabia que ela seria famosa na internet. Porém, tudo foi muito além do que idealizávamos. O bom é que, com esse alcance, a gente consegue influenciar muitas outras pessoas a adotarem um cão de abrigo. Eu fiz questão de que a Estopinha fosse vira lata, mais velha e tivesse problemas de comportamento e saúde, pois essa é a realidade dos animais disponíveis”, argumenta Alexandre, que também é dono de outro cachorro, o Bartholomeu, 2. 


No apartamento do casal, em Pinheiros, São Paulo, o agito é constante. Afinal, os “filhos” são tratados com muito carinho. Na hora de reformar o local, até um cantinho da casa foi transformado em quarto para os cachorros. “Nós pensamos neles em todos os momentos da reforma, do piso até as rampas. E tinha um canto, embaixo da escada, que transformamos em quarto para os dois. A Estopinha é quem mais dorme lá, virou menina independente. Tem vezes que eu a chamo para dormir conosco, assim como o Barthô faz. Mas não adianta, a ‘adolescente’ quer espaço, quer ser adulta e ficar na cama dela!”, brinca Cynthia. 

No fim do mês, a cadela terá pela terceira vez uma festa para comemorar o aniversário de 7 anos. As duas primeiras edições foram um sucesso. “Em 2014, nós celebramos também a conquista de 1 milhão de amigos. Ano passado, repetimos a dose e conseguimos arrecadar mais de 18 mil reais com a festinha, com a venda dos cerca de 500 convites. Tudo foi doado para ONGs que cuidam de animais. A Estopinha e o Barthô se divertiram muito, pois tinha mais variedade de comida para cachorros do que para humanos. Até cerveja feita especialmente para eles e os amiguinhos estava no cardápio (risos).” Entre os presentes, algumas peças de roupa e muitos bichinhos de pelúcia. Apesar de sentir muito frio, Estopinha não gosta de colocar nada, mas cede quando os dias estão muito frios. “Sempre que viajamos, trazemos muitas coisas para os dois. Recentemente, a Estopinha ganhou uma roupa de Milão, ficou linda! Ela também recebe muita coisa pelo correio, uma média de 30 presentes dos fãs de todo o país por mês. Às vezes, as pessoas mandam conjuntinhos para ela ficar de ‘parzinho’ com o Barthô. Agora, os bichinhos de pelúcia são os favoritos, pois a brincadeira preferida dela é arrancar a espuma e espalhar pela sala. Tem dia que acordo e parece que nevou dentro de casa (risos)!”, brinca Cynthia. 


Ela quase morreu...
Com tanta história para contar, ela e o marido estão preparando um livro sobre a vida da Estopinha, ainda sem previsão de lançamento. “Estamos fazendo pesquisas, entrevistando várias pessoas e estamos descobrindo muitas coisas legais. Por exemplo, a Estopa foi devolvida duas vezes, tem uma irmã e um irmão, que foram adotados também. Ela quase morreu de cinomose (perigoso vírus canino), por pouco não foi sacrificada… Pronto, só isso que posso adiantar!”, revela Alexandre, o apresentador do quadro Desafio Pet, do Programa da Eliana, no SBT, e Missão Pet, do canal National Geographic. Cynthia entrega que o marido precisou se acostumar a dividir as atenções com a filha famosa. “Antes, ele era conhecido como Dr. Pet, mas agora mudou para ‘O Pai da Estopinha’ (risos). Já até pedem para ele sair da foto, só querem foto da Estopa e do Barthô. Como o Alexandre é tímido, ele acaba agradecendo!” 


Mais um bichinho?
A timidez é tanta que foi Cynthia quem tomou a iniciativa, durante uma festa. “Nós nos conhecemos no Vila Country, em São Paulo, em julho de 2010. Eu não o conhecia, mas minha amiga, sim, e fomos pedir uma foto. Então, trocamos telefone, começamos a conversar e, depois de um tempo, deixei uma escova de dente no banheiro, arrumei uma parte da gaveta para mim… Aí, já viu como terminou! Nos casamos em 2013, com a Estopinha entrando para levar as alianças ao som de Sugar, Sugar, do The Archies.” Em breve, a família deve aumentar, porém, com um novo integrante animal. “Nós optamos por não ter filhos humanos, foi uma escolha nossa. As nossas famílias entendem muito bem esse nosso amor pelos bichos e apoiam nossa decisão. Para 2016, estamos com planos de adotar um gato! Assim como foi com a Estopinha e com o Barthô, vamos deixar que ele chegue até nós, não vamos procurar em abrigos. Quando acontecer, vai ser o momento certo”, diz Cynthia.