exclusivas   / REINVENÇÃO

Cássia Kis diz que fez as pazes com o passado após perda da mãe na pandemia: ''Fui batizar os filhos que perdi''

Prestes a estrelar 'Desalma', atriz se emocionou ao contar como ressignificou o passado

Leandro Fernandes Publicado segunda 19 outubro, 2020

Prestes a estrelar 'Desalma', atriz se emocionou ao contar como ressignificou o passado
Cássia Kis fala da perda da mãe em meio à pandemia e pazes com o passado - Divulgação/Globo/Estevam Avellar

Cássia Kis fez um verdadeiro mergulho em si mesma durante a pandemia.

Em coletiva nesta segunda-feira (19) para lançamento da série Desalma, da Globoplay, Cássia revelou uma conexão entre a trama da série e sua vida pessoal. Na produção, ela vive Haia, uma moradora da cidade de Brígida que pode ser definida como bruxa e que perdeu a filha há trinta anos.

Cássia contou ter passado por uma enorme perda durante a pandemia. "Tenho uma relação forte com espiritismo, budismo e eu perdi minha mãe durante a pandemia", revelou a atriz. Ela traça um paralelo com a trama da série: "Essa história traz a força pra você refletir sobre isso. Dentro de um momento como esse em que estamos vivendo, vezes mil. Tivemos de tirar o pé do acelerador das nossas vidas e voltar para casa".

Originalmente programada para estrear no início de 2020, Desalma acabou adiada e chega agora, às vésperas do Dia das Bruxas, em meio a uma pandemia que mudou o mundo e causou perdas irreperáveis. "Me impressiona muito como essa série, que acabou adiada, vem em um momento que temos mais de 150 mil pessoas desencarnadas", destaca Cássia.

Ela falou longamente sobre a mudança da dinâmica familiar devido ao isolamento social: "Esse aperto nas relações, as conversas que acontecem, o significado da minha mãe ter desencarnado nas condições que foi...". Nesse momento, ela e muitos dos repórteres que acompanhavam a coletiva, através de vídeo-chamada, se emocionaram.

"Ficou muito claro pra mim que o legado da minha mãe. E como ficamos amarrados em mágoas, em coisas que ficaram pra trás e não caminha", analisou. Ela ainda resgatou uma história antiga de sua vida: "Me fez refletir sobre o aborto que eu fiz".

A atriz contou que perdeu dois bebês: o primeiro em um aborto por decisão própria e o segundo em um aborto espontâneo. A questão foi resgatada durante o isolamento e trouxe grande emoção para ela. "Eu fui lá batizar esses dois primeiros filhos".

Maria Ribeiro, colega de elenco de Cássia na série, disse: "Eu não sabia sobre a sua mãe". O momento fez com que a veterana, já aos 63 anos, se reinventasse: "Estou em plena transformação, é incontrolável".

A chegada da velhice foi assunto também. "Minha avó, Rosa, húngara, branca, transparente, sem colágeno nenhum, era uma tonelada de rugas. Eu tô muito enrugada, já", disse. Ela afirma: "Eu gosto de ver a minha cara, do jeito que ela tá, com essas marcas todas, com a opção de deixar o cabelo branco". E diz que gosta da imagem de bruxa de Haia, sua personagem. "Mas eu gosto, de ter a imagem da bruxa como referência pra trabalhar. A bruxa traz força, traz solidão, traz dor, ela pode trazer maldade, ou não".

Antes de encerrar a coletiva, Cássia contou que achou uma agenda entre os pertences. Escrito nas primeiras folhas: "Retornar mãe". Mais uma vez ela se emocionou.

Desalma estreia na Globoplay nesta quinta-feira (22) e já está renovada para uma segunda temporada.

Último acesso: 04 Dec 2020 - 02:40:52 (1127830).