exclusivas   / Fim da adolescência

'As Five' promete história de amadurecimento doloroso e passagem para a vida adulta: ''São situações tensas''

Nada de adolescente: série da Globoplay trará protagonistas de 'Malhação' sofrendo; veja

Leandro Fernandes Publicado quarta 11 novembro, 2020

Nada de adolescente: série da Globoplay trará protagonistas de 'Malhação' sofrendo; veja
'As Five' promete história de amadurecimento doloroso e passagem para a vida adulta - Divulgação/Globo/Estevam Avellar e Victor Pollak

Amadurecimento: essa parece ser a palavra-chave de As Five.

A série, que continuará a história estabelecida em Malhação: Viva a Diferença, colocará as cinco protagonistas para encarar momentos de dificuldades típicas da vida adulta - justamente a transição para se tornar "gente grande".

Enquanto a temporada de Malhação começou com um parto, a série começa com um velório: da mãe de Tina (Ana Hikari), Mitsuko (Lina Agifu). Na coletiva promovida pela Globoplay na última terça-feira (10), Heslaine Vieira, que interpreta Ellen, avisou: "Eu imagino que as pessoas que tão acompanhando Malhação vão querer ver as personagens na vida adulta. Mas é importante lembrar que As Five é uma obra adulta".

É Manoela Aliperti, a Lica, que dá um alerta: "A vida adulta ser uma coisa mais densa, é outro lugar, são enfrentamentos diferentes. O bom é que a notícia que o reencontro das Five seria nessa situação tensa, o público já sabe. Peguem essa informação e levem nesse caminho. É vida adulta, são situações mais tensas, intensas".

O salto de seis anos de tempo na ficção se separa da realidade, em que apenas dois se passaram desde o fim da novela. Um dos objetivos na trama de As Five é mostrar como a vida adulta é cheia de contradições, e Ana Hikari analisa: "Eu acho que essa frase é ótima pra essa série. 'Dessa água não beberei' e aí elas tão lá nadando nessa água". Daphne Bozaski, que brilhou ao interpretar Benê e se tornou mãe depois do fim da novela, conta que a vida mudou profundamente nesse período de tempo para todas. "Teve gente que saiu de casa, que começou a namorar, que separou, eu me tornei mãe".

Ana Hikari, Daphne Bozaski, Gabriela Medvedovski, Heslaine Vieira, Manoela Aliperti

Para Gabriela Medvedovski, a Keyla, o processo de amadurecimento, na ficção e na vida real, pode ser metaforizado: "Eu tava lendo um texto do Rubem Alves em que ele fazia uma comparação do "eu" com o bolso. O bolso é sempre o mesmo, mas o que a gente coloca dentro do bolso é que vai mudando", contou. Para ela, as personagens mantêm suas essências.

É de Manoela que vem um dos momentos mais fortes da coletiva ao falar do assunto: "Na vida adulta, é necessário que a adulta esteja fortalecida pra cuidar da criança que existe dentro de nós". Essa dualidade entre ter uma criança dentro de si e uma vida adulta para encarar parece ser o grande conflito da série, que já tem uma segunda temporada confirmadíssima.

As Five estreia nesta quinta-feira (12) no Globoplay.

Já a reprise de Malhação: Viva a Diferença está agora se encaminhando para sua reta final e deve se encerrar ainda em 2020. A reapresentação caiu como uma luva em tempos de pandemia - a trama sobre amizade, carinho e conflitos sociais se amarrou com o momento de isolamento social e distanciamento na pandemia.

Último acesso: 04 Dec 2020 - 11:43:07 (1130283).