exclusivas   / Primeiro episódio

'As Five' leva mundo de 'Malhação' para a vida real com palavrões, drogas e sexo

Assistimos: série pode assustar quem esperava contos de fadas; leia

Leandro Fernandes Publicado quinta 12 novembro, 2020

Assistimos: série pode assustar quem esperava contos de fadas; leia
'As Five' promete história de amadurecimento doloroso e passagem para a vida adulta - Divulgação/Globo/Estevam Avellar e Victor Pollak

Com palavrões, drogas, sexo e conflitos de adultos, As Five se distancia do universo Malhação - mas não da linguagem.

Não há dúvidas: a série que continua a história das protagonistas de Malhação: Viva a Diferença é uma história sobre jovens adultas, com tudo que isso traz à equação. Ao longo dos quarenta minutos do primeiro episódio, vemos Benê (Daphne Bozaski), Ellen (Heslaine Vieira), Keyla (Gabriela Medvedovski), Lica (Manoela Aliperti) e Tina (Ana Hikari) em momentos que deixariam a "família tradicional brasileira" de cabelo em pé.

E escrevo isso como elogio. Malhação foi, por muito tempo, ironizada como uma versão com cara de comercial de margarina da adolescência. Embora Viva a Diferença tenha mostrado um lado mais próximo da realidade, estava presa às limitações do horário e do formato. Quem imaginaria ver, em uma das cenas de abertura de uma série derivada, uma das protagonistas fumando maconha com a própria mãe?

E é nesse tipo de cena que As Five parece firmar os pés no mundo real - ainda que conte com aqueles vícios aparentemente inquebráveis do audiovisual brasileiro, como os antiquadíssimos establishing shots. Você talvez não reconheça o nome, mas sabe o que é: são as famosas tomadas aéreas que mostram a cidade em que se passa a trama ou a frente do prédio, para situar o público. O recurso é considerado coisa do passado, mas continua presente nas novelas (e séries) brasileiras.

Mas está tudo bem: essa linguagem não impede As Five de ser dolorosa, divertida e manter o DNA humano da novela. Rever essas meninas, agora com problemas de gente grande e lutando para se soltarem das adolescentes que foram, faz a nossa própria luta parecer mais palatável.

Já a reprise de Malhação: Viva a Diferença está agora se encaminhando para sua reta final e deve se encerrar ainda em 2020. A reapresentação caiu como uma luva em tempos de pandemia - a trama sobre amizade, carinho e conflitos sociais se amarrou com o momento de isolamento social e distanciamento na pandemia.

Último acesso: 04 Dec 2020 - 10:30:48 (1130387).