Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Exclusivas / 20 ANOS

20 anos após o fim de 'Um Anjo Caiu do Céu', atuações de Tarcísio Meira e Caio Blat seguem na lembrança do público

Trama moderna unia o universo da muda, neonazistas e reflexões sobre a finitude; relembre

Redação Contigo! Publicado em 24/08/2021, às 12h05

20 anos de 'Um Anjo Caiu do Céu: brilho de Tarcísio Meira e carisma de Caio Blat seguem no imaginário do público - TV Globo
20 anos de 'Um Anjo Caiu do Céu: brilho de Tarcísio Meira e carisma de Caio Blat seguem no imaginário do público - TV Globo

Há 20 anos chegava ao fim Um Anjo Caiu do Céu, comédia com a cara do horário das 7 e que marcou uma das melhores atuações da carreira longeva de Tarcísio Meira.

Ele era o protagonista João Medeiros, um fotógrafo que sofre um atentado causado por neonazistas na República Tcheca. Entre a vida e a morte, ele recebe a visita do anjo Rafael, interpretado por Caio Blat. O enviado divino concede a oportunidade de que ele viva por mais seis meses para resolver os conflitos de sua família disfuncional.

A trama leve, divertida e inspirada em clássicos como A Felicidade Não se Compra (1946) e Do Mundo Nada se Leva (1938), ambos de Frank Capra, e Nas Profundezas do Mar sem Fim (Ulu Grosbard, 1999), encantou o público e até hoje uma das novelas mais lembradas de Antônio Calmon.

Com reflexões sobre a finitude, atuações marcantes de nomes como Renata Sorrah, Christiane Torloni e José Wilker, a trama ainda foi um celeiro de novos talentos na emissora, como o próprio Caio Blat, a jovem Débora Falabella e Caco Ciocler.

Ambientada no mundo da moda,a novela ficou marcada por um trabalho de cenografia de grande qualidade - quem não se lembra da escola de estilismo ou da boate LZ-129 que foi criada pela equipe da emissora em um galpão abandonado na Zona Portuária do Rio?

O visual cool usado pelo elenco jovem se tornou referência na época. As camisetas com recados do anjo Rafael, os penteados do tipo “maria-chiquinha”, as gravatas no estilo boyish de Lulu (Bel Kutner) e o luxo puro do visual de Lenya (Chris Couto) também são lembradas pelo público com carinho até hoje.

TARCÍSIO E PAULO JOSÉ: UMA PARCERIA INESQUECÍVEL

Exibida em 2001, Um Anjo Caiu do Céu mostrou um lado pouco conhecido de Tarcísio Meira: seu personagem sábio e bem humorado rendia cenas que penetravam no coração do público. Mostrando uma veia cômica pouco presente ao longo de sua carreira em novelas, ele mostrou porque foi um dos mais completos atores da história da dramaturgia brasileira.

A dobradinha com o enigmático Alceu, personagem vivido por Paulo José, rendeu algumas sequências que ainda permanecem no imaginário dos fãs. 

Por isso não é ao acaso que uma das cenas mais lembradas da novela repercutiu justamente após a morte dos atores. Quis e o destino que ele e Paulo José falecessem exatamente na mesma semana. 

Na cena, os personagens que os dois protagonizavam conversam sobre a morte em um tom que emocionou os fãs. "Um dia nos veremos no céu", diz na novela o personagem vivido por Paulo José. "Mais perto do que você pensa", respondeu Tarcísio Meira. Os dois morreram com poucas horas de diferença, um de pneumonia e o outro em decorrência de complicações severas da Covid-19.