Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Carnaval / CARNAVAL

Carnaval 2022: Unidos da Tijuca aposta em carnaval colorido para contar a lenda do guaraná

Unidos da Tijuca traz para a avenida um desfile cultural e brasileiríssimo sem esquecer a mensagem política

Gustavo Assumpção Publicado em 21/04/2022, às 05h44

Carnaval 2022: Unidos da Tijuca aposta em carnaval colorido para contar a lenda do guaraná - Reprodução/Instagram
Carnaval 2022: Unidos da Tijuca aposta em carnaval colorido para contar a lenda do guaraná - Reprodução/Instagram

Quarta escola a desfilar no segundo dia do Carnaval do Rio de Janeiro, a Unidos da Tijuca prepara um desfile leve, alegre e colorido para contar a lenda indígena do Guaraná. Após uma apresentação abaixo de suas próprias expectativas em 2020, a escola chega reconfigurada e pronta para surpreender. 

Obra do talentoso artista Jack VasconcellosWaranã, a Reexisência Vermelha é uma visão lúdica e rica da lenda que deu origem ao fruto do qual se extrai a bebida brasileiríssima. O desfile ainda traz uma mensagem política forte e contundente: ao defender os saberes dos povos originários, a escola pede respeito e preservação à cultura que nos originou.

Além da estética de livro infantil, a escola tem outro trunfo para conquistar o público: o belo samba, puxado na avenida por pai e filha, o cantor Wantuir e sua herdeira, Wic Tavares. Melódico, a obra foi abraçada pela comunidade do Borel que tem realizado bons ensaios neste período pré-Carnaval.

OBRA É POLÍTICA E CULTURAL

"Mas os filhos do guaraná, peles vermelhas do Brasil, são predestinados, pois apenas povos sábios, de espiritualidade elevada, são capazes de reexistirem encantados pelas matas, acaboclados nos terreiros onde bradam sua força e encontrarem com os espíritos infantis de erês e ibejadas que, quando “chegam”, gostam de tomar guaraná", diz um dos trechos da sinopse que deixa claro que a escola fará uma viagem pelos saberes ancestrais que nos forjaram.

Com formas simples, muitas cores e alegorias e fantasias de fácil leitura, a lenda do guaraná promete acordar a Marquês de Sapucaí. A conferir.

FIQUE DE OLHO: No encerramento do desfile. O carnavalesco Jack Vasconcellos gosta de trazer seus enredos para a contemporaneidade e provocar reflexão.

BELÍSSIMA: A cantora Lexa ocupa mais uma vez o posto de Rainha de Bateria. Cada dia mais querida pela comunidade, ela pode se tornar um dos destaques da apresentação da escola.

OUÇA O SAMBA DA UNIDOS DA TIJUCA PARA 2020: