Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / BBB21

Passou pano? Ana Maria Braga rebate críticas à entrevista com Lumena no Mais Você: "Houve diálogo"

Em post nas redes sociais, ela justificou postura amena com a psicóloga; fãs se dividiram na web

Redação Contigo! Publicado em 03/03/2021, às 12h05

Passou pano? Ana Maria Braga rebate críticas à entrevista com Lumena - Reprodução/TV Globo
Passou pano? Ana Maria Braga rebate críticas à entrevista com Lumena - Reprodução/TV Globo

A apresentadora Ana Maria Braga justificou o tom ameno da entrevista com Lumena no Mais Você desta quarta-feira (3). Nas redes sociais, fãs alegaram que ela pegou leve com a psicóloga.

Após o momento, a global se pronunciou nas redes sociais e negou que "passou pano" para a agora ex-participante do Big Brother Brasil 21

"Existe algo entre o 'cancelar' e o 'passar pano'. O que houve nesse café com a Lumena foi um diálogo com uma pessoa com uma visão de mundo e 'jornada' diferente da minha", explicou.

Veja: 

QUESTÕES RACIAIS

Na conversa, ela foi questionada sobre a relação com Carla Diaz. Durante sua trajetória, a psicóloga fez comentários que geraram um debate aqui fora.

"Eu não consegui lidar muito bem lá dentro. Eu não consigo me isentar de falar de categorias que fazem parte da minha vida. Eu fui uma menina negra que cresceu com pouquíssimas referências numa área que eu amo que é o entretenimento. Isso aciona um debate de relações raciais. Porque o que o entretenimento brasileiro privilegia são meninas brancas como a Carla e não como as minhas."

Ela disse que não queria ter tocado no tema, mas não conseguiu fugir de questionamentos. "Eu infelizmente fiz esse tipo de correlação, mas foi o que foi possível analisar. Não sei como isso repercutiu porque eu não fui tocar nessas questões. Mais lá as jornadas se tocam e criam essas questões."

Na conversa, Ana Maria Braga ouviu, acolheu e até ouviu uma especialista que explicou o conceito de branquitude, termo muito presente no debate racial. "As diferenças existem", disse ela ao questionar a psicóloga.

"É importante que a gente fale, o debate racial é sobre buscar humanidade, igualdade de oportunidades, respeito, equidade", declarou a psicóloga.