Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / EITA!

Jade Picon se tranca em banheiro, pede ajuda e desespero toma conta: "Estou presa"

Jade Picon se tranca em banheiro e pede ajuda para conseguir desemperrar a porta, que na verdade não estava trancada

Redação Contigo! Publicado em 05/04/2022, às 18h20

Jade Picon pediu ajuda aos berros dentro de um banheiro após acreditar que estava trancada no local - Reprodução/TV Globo
Jade Picon pediu ajuda aos berros dentro de um banheiro após acreditar que estava trancada no local - Reprodução/TV Globo

Jade Picon deu o que falar nas redes sociais ao compartilhar um momento de tensão que viveu em um banheiro. Acontece que a sister acabou se trancando no cômodo, e estava até mesmo sem sinal em seu celular para tentar contato com alguém e ser resgatada.

Apesar dos minutos de desespero que viveu, a ex-BBB resolveu gravar o momento para expor aos seguidores quando fosse resgatada. O relato, publicado nos stories, se tornou um dos assuntos mais comentados na web durante a tarde desta terça-feira (05).

"Eu estou sem sinal dentro do banheiro, presa", disse Jade, após forçar a fechadura, sem sucesso. "Sério, que vergonha", completou ela. Momentos depois a irmã de Léo Picon resolveu começar a gritar, na esperança de que alguém estivesse do outro lado para lhe auxiliar.

"Oi, alguém pode me ajudar?", gritou, enquanto continuava colada na maçaneta. Após ouvir a voz de uma senhora a empresária explicou a situação e se afastou para que pudesse receber a tão esperada ajuda.

"Eu tô aqui. A porta emperrou, eu precisava que alguém empurrasse", explicou. Ao ver a porta sendo aberta, Jade percebeu que estava tentando abrir pelo lado errado. "Eu tava puxando, brigada", agradeceu, envergonhada. "Segura a burra", escreveu ela nos stories.

FOFOCA SOLTA

Durante a manhã, Eliezer fez uma fofoca para Linn da Quebrada e queimou Arthur Aguiar. É que ele ouviu o ator dizer que a cantora "manipula" as palavras para se dar bem. O designer afirmou para Arthur que Lina nunca chamou o grupo dos meninos de "machista".

“Eles colocaram, não sei se foi intencional ou se tão fazendo essa leitura, mas colocam você como uma grande jogadora, principalmente na forma de falar palavras. Eles pegam esse lugar que não é deles, que você não quis os colocar em momento algum e usam como um movimento que você quisesse fazer à toa assim, só para fragilizar”, comentou o designer.

Siga a Contigo no Instagram!