Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / BBB 22

BBB22: Paulo André se emociona ao falar do filho: “Ficou 21 dias internado”

Atleta de 23 anos realizou o sonho de ser pai no ano passado e contou sobre dificuldades que o filho, também Paulo André, enfrentou logo que nasceu

Redação Contigo! Publicado em 20/01/2022, às 20h27

Paulo André fala sobre o filho que nasceu no final do ano passado - Reprodução/Globoplay
Paulo André fala sobre o filho que nasceu no final do ano passado - Reprodução/Globoplay

A emoção rolou solta na casa do Big Brother Brasil nesta quinta-feira (20). Com o elenco do reality completo, os participantes aproveitaram para se apresentar e contar um pouco mais de suas histórias. O atleta olímpico Paulo André, de 23 anos, foi um dos que se emocionou ao falar sobre o filho, que nasceu no final do ano passado. 

"Realizei um dos meus sonhos, que é ser pai, e meu meninão tem quatro meses. E eu me emociono, porque ele já chegou no mundo guerreiro. Ele passou por um processo cirúrgico logo após o parto, foi bem difícil, porque a gente só enxerga o quanto é forte quando tem alguma aprovação. E foi o momento que eu e a mãe dele, Taizinha, a gente se dá super bem, vestimos nossa armadura e conseguimos passar por isso", contou o atleta.

Paulo André relatou ainda que o filho, que leva seu nome, precisou ficar internado e que está no BBB22 para dar uma vida boa a sua família. "Ele ficou 21 dias internado, foi muito difícil. Então estou aqui para abrir portas na minha vida e dar o melhor para a minha família, para esse meninão! Ele tem meu nome e é isso. Estou disposto a crescer, a evoluir e estar junto com vocês. Além do atletismo, tenho meus sonhos e estar aqui abre portas", finalizou

Confira os vídeos com o relato do brother:

Linn faz discurso poderoso

Durante sua apresentação, Linn da Quebrada, uma das últimas a entrar na mansão, após ter Covid-19, a cantora fez um discurso poderoso sobre sua vida. 

"Tenho tentando entender 'quem sou eu?' para além do que eu faço na vida. Eu não sou só cantora... Tenho uma cachorra, uma mãe. Sou filha da Dona Lilian, de 68 anos. Estou aqui também por ela, para garantir uma velhice mais confortável para a minha mãe. Sou chorona, determinada, corajosa, mas tenho muito medo. Sou complexa. Eu fracassei. Sou um fracasso de tudo que esperavam que eu fosse. Não sou homem, não sou mulher, sou travesti! Essa sou eu e por isso estou aqui".