Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / BBB22

BBB22: Jessilane é aprovada em concurso público, mas perde a vaga

Que situação! Jessilane é aprovada em concurso público, mas tem sonho adiado porque não conseguiu entregar a documentação

Redação Contigo! Publicado em 02/02/2022, às 14h50

BBB22: Jessilane é aprovada em concurso público, mas perde a vaga - Reprodução/TV Globo
BBB22: Jessilane é aprovada em concurso público, mas perde a vaga - Reprodução/TV Globo

A professora Jessilane Alves, que está confinada no BBB22, passou por uma situação inusitada. 

É que ela realizou um sonho e foi aprovada como professora substituta em um concurso promovido pela SEE-DF (Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal). 

As informações são do 'Splash', do UOL, que ainda disse que ela foi a primeira colocada no concurso. Caso aceitasse a vaga, ela teria um salário de R$ 3,8 mil ao mês.

Só que a sister perdeu a chance de assumir o posto: os aprovados tinham até a manhã desta quarta-feira (2) para apresentar os documentos necessários. 

SISTER GANHAVA R$ 1,7 MIL

Antes do BBB, a professora Jessilane Alves, do Big Brother Brasil 22, tinha um salário de R$ 1700 por mês, revelou a irmã da bióloga, Caroline Alves. Segundo ela, o salário fixo era de R$ 1200, mais R$ 500 reais acrescidos pelo acúmulo de uma monitoria. As informações são do ‘Notícias da TV’.

Mesmo com mestrado na área, o salário fixo da participante do BBB22 é mínimo estipulado por lei, que está atualmente em R$ 1212. "O que antes eram duas turmas, que eu dava aula em turnos diferentes, se tornou apenas uma em um aulão online", detalhou a professora em uma conversa na casa.

Ela também disse que nos últimos tempos pensava em ser funcionária pública concursada. Este era seu plano para o futuro antes de entrar no reality.

"Para ter um salário legal, de R$ 5 mil por exemplo, não tem muitas opções. Tem que fazer o concurso. E eu sempre ficava perto, então decidi focar a partir de agosto […] Estudei todos os dias até novembro, quando me ligaram daqui. Com a possibilidade de vir, não consegui mais focar tanto", confessou.