Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / BBB22

BBB22: Na mira! "É a primeira opção de todo mundo", dizem confinados sobre brother

Queimado! Em conversa bem sincera, eles chegaram à conclusão de que participante não vai se livrar do paredão

Redação Contigo! Publicado em 27/01/2022, às 15h58

BBB22: "É a primeira opção de todo mundo", cravam participantes sobre brother - Reprodução/TV Globo
BBB22: "É a primeira opção de todo mundo", cravam participantes sobre brother - Reprodução/TV Globo

Nesta quinta-feira (27) um papo sobre o próximo paredão do BBB22 deixou claro que um dos participantes está com um dos pés na próxima berlinda.

Em um momento bem sincero, Bárbara e Eliezer conversaram no Quarto Lollipop. Para eles, Rodrigo está em uma situação difícil e não deve escapar.

"Hoje a pessoa mais ameaçada aqui é ele", diz o designer. "Com certeza", concorda a modelo.

O rapaz então diz que ele tem uma única chance: conquistar parte da casa. "O jogo dele e esse negócio de formar alianças semanais para se defender", afirmou ele que ficou pensativo. "No final, ele não vai ter aliança com ninguém. Ele se colocou nessa posição", continua ele.

"Hoje em dia, eu acho que ele é a primeira opção de todo mundo. Não minha, lógico, e nossa. Mas, das outras pessoas que não enxergam", encerrou Eliezer.

APOIO

A ex-BBB Thelminhausou suas redes sociais para defender Natália, do BBB22, após a sister chorar muito ao ver Lucas beijando Eslovênia. Natália tinha interesse no brother e pensou que ele também queria ficar com ela após alguns flertes e indiretas.

"Eu me solidarizo com Natália, porque a gente como mulher, várias vezes, é rejeitada, sim. Como mulher preta, mais ainda. A gente nunca é tida como padrão de beleza. Agora, de uns tempos para cá, que a gente está se mostrando cada vez mais e falando: 'a gente é bonita, sim, meu cabelo é bonito sim. Mas antes eu não me sentia assim", começou ela.

Em seguida, ela falou sobre a rejeição que mulheres pretas sofrem e como isso já afetou sua vida, já que ela não se achava bonita quando era mais nova.

"Eu estou vendo muitas meninas falarem na internet da solidão da mulher negra, gente isso acontece muito. Na adolescência eu ficava tentando me mudar, me achava horrorosa, porque só as meninas brancas do colégio que eram bonitas. Ontem bateu um gatilho muito grande em mim", afirmou.