Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / TRETA!

BBB22: Ariadna Arantes expõe comentários transfóbicos de Léo Picon

A ex-BBB Ariadna Arantes resgatou outro caso envolvendo comentários transfóbicos e expõe Léo Picon nas redes sociais; veja

Redação Contigo! Publicado em 29/01/2022, às 13h33

BBB22: Ariadna usa as redes sociais para expor transfobia de Léo Picon - Reprodução/Instagram
BBB22: Ariadna usa as redes sociais para expor transfobia de Léo Picon - Reprodução/Instagram

A ex-BBB AriadnaArantes deixou claro que não iria mais comentar sobre Big Brother Brasil. Mas a ex-sister abriu exceção ao falar sobre o irmão de Jade Picon e expor comentários de transfóbicos do ator.

Em seu Twitter ela divulgou publicações de 2010 onde Léo Picon postou o termo “traveco” e alegou que sentia “vontade de matar”.

“Odeio quando passo no Jóquei de noite e tem um monte de 'traveco' com o pa* de fora, isso me da vontade de matar eles” publicou ele.

No ano seguinte, em 2011 o ator se direcionou direto à Ariadna Arantes falando: "Eu fico imaginando se a Ariadna (travesti) pegar alguém, imagina a cara de c* que o cara ia ficar quando ele descobrir que ela é traveco”.

Léo Picon já se envolveu outras vezes em assuntos polêmicos envolvendo transfóbia. O influenciador já foi questionado por um fã se já havia se relacionado com homem, irônico ele respondeu o seguidor sobre o assunto.

"Sim. Em 2015. Beijei um homem em Madrid. Estava com o Gil Cebola, Jota Amancio, Alvaro Costa e o pai do Neymar. Aí eu beijei o transsexual mais famoso da Espanha numa balada sem saber que era uma trans. Aí me contaram e eu fiquei triste por ser enganado. Mas foi legal. Valeu a pena. Recomendo".

Ariadna expõe comentários de transfóbicos de Léo Picon

DESRESPEITO!

Nesta sexta-feira (21), a influenciadora Ariadna Arantes botou a boca no trombone e expôs um episódio de transfobia que sofreu nas mãos do surfista Pedro Scooby. Em 2019, o marido de Cíntia Dicker teria usado o termo "traveco" para se referir à modelo. A palavra em questão é pejorativa e desrespeitosa com mulheres trans e travestis.