Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / TORCIDA

BBB21: Victor Hugo sai em defesa de Juliette e critica cultura do cancelamento: "Prejuízos psicológicos"

O psicólogo, que também sofreu muitas críticas sobre sua participação, opinou sobre o jogo

Redação Contigo! Publicado em 03/02/2021, às 12h43

BBB21: Victor Hugo defende Juliette e critica cultura do cancelamento - Reprodução/Instagram
BBB21: Victor Hugo defende Juliette e critica cultura do cancelamento - Reprodução/Instagram

O ex-BBB Victor Hugo resolveu se pronunciar pela primeira vez sobre os ataques que Julitte vêm sofrendo no Big Brother Brasil 21. 

O psicólogo, que também sofreu muitas críticas sobre sua participação, partiu em defesa da advogada e criticou a cultura do "cancelamento" que está ocorrendo no reality. 

"Acho que o cancelamento é uma estratégia digital que sinaliza que a pessoa "errou" de alguma forma. Porém, muitas das vezes, ele é baseado em um julgamento muito precipitado e causa muitos prejuízos psicológicos ao indivíduo cancelado. Às vezes a pessoa é condenada pelo tribunal da internet mesmo sendo inocente. Às vezes a pessoa é taxada com outros famosos por conta do cancelamento e isso causa doenças psicológicas que podem destruir a vida da pessoa. Enfim, há uma gama de nuances que provavelmente os sociológicos já estão estudando", pontuou. 

Victor Hugo ainda fez questão de declarar sua torcida no jogo: "Incrível como em uma semana quem eu acreditava que ia torcer já mudou tudo completamente. Até agora os que mais gosto são Caio, Juliette, Rodolffo, Projota e Camilla”, contou. 

EX-BBB SE PRONUNCIOU

Mari Gonzalez decidiu opinar em seu perfil nas redes sociais na última terça-feira, 2, sobre os recentes acontecimentos da edição 21 do Big Brother Brasil.

 Em sequência de Stories no Instagram, a ex-participante da temporada passada se mostrou bastante indignada com a cultura do cancelamento que vem tomando conta do reality.

“Eu estou cada vez mais chocada com o que está rolando no BBB. Essa pauta do cancelamento já vem acontecendo, e agora a gente está vendo todos os dias. Não dá para fechar os olhos para isso”, disparou.

“Quando a gente comete um erro, tem que ter a chance de aprender e evoluir com isso. Não ficar sendo massacrado. Não é possível que o ‘cancelador’ não veja o mal que ele faz para o cancelado”, pontuou em seguida.