Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
BBB / POLÊMICA!

BBB21: Pai da filha de Pocah se revolta após herdeira sofrer ataques racistas: "O que uma menina de cinco anos tem a ver?"

MC Roba Cena não escondeu indignação após filha sofrer ataques e desabafou nas redes sociais; veja!

Redação CONTIGO! Publicado em 20/04/2021, às 12h16

Pai da filha de Pocah se revolta contra ataques à herdeira - Arquivo Pessoal
Pai da filha de Pocah se revolta contra ataques à herdeira - Arquivo Pessoal

Não demorou para que o funkeiro MC Roba Cena, pai da filha de Pocah, quebrasse o silêncio nas redes sociais e expressasse sua indignação.

Na noite desta última segunda-feira (20), o cantor se pronunciou nas redes sociais sobre os ataques racistas sofridos pela herdeira Vitória, fruto de uma confusão da sister dentro do BBB21, e lamentou a reação de alguns telespectadores:

"Estava olhando na internet aqui ao ponto que o ser humano chegou, né? Uma briga de jogo querendo envolver uma criança de cinco anos, palavras racistas. O que minha filha tem a ver com isso?", questionou.

O músico ainda pediu por mais empatia: "Pô, galera, vamos ter mais amor pelo próximo, vamos colocar Deus na frente, entendeu? O que é do jogo, fica no jogo. Isso é briga de adulto, o que uma menina de cinco anos tem a ver?", destacou.

Por fim, o MC garantiu que os responsáveis não passarão impunes e prometeu consequências severas: "A Vitória tem família, a gente tá de olho. Não confundam as coisas: jogo é jogo. Fica esse papo ai, ela tem família e a gente tá de olho em tudo", prometeu.

Quem também se manifestou anteriormente foi Ronan Souza, noivo de Pocah e padrasto de Vitória. Ele prometeu identificar os responsáveis e ainda fez ameaças na web.

ENTENDA O QUE ROLOU

Que horror! A filha de Pocah está recebendo ataques nas redes sociais após uma confusão no BBB21.

Na última segunda-feira (19), o perfil oficial da funkeira no Twitter expôs uma série de mensagens bastante agressivas endereçadas à pequena Vitória, filha da cantora, que tem apenas cinco anos de idade.