Últimas Música

Papo Aberto - Miranda e suas músicas, ansiedades e abraços

A dona do hit Eu Não fala do processo de composição e sua trajetória na Nova MPB

segunda 24 setembro, 2018
Papo Aberto - Miranda
Papo Aberto - Miranda Foto: Reprodução Instagram

Nos primeiros versos de Eu Não, Miranda conta seus anseios de querer ficar mais um tempo, alguns segundos e por aí vai. E, claro, a ansiedade se faz presente no desenrolar dos acordes, um espelho do que muitos de nós estamos passando nos dias atuais. "A ansiedade é o mal do século, então, resolvi compor essa música para servir de conselho, abraço, para quem ouvir saber que vai ficar tudo bem", entrega a cantora, em entrevista exclusiva à CONTIGO! "A repercussão está maravilhosa. Mais de 1 milhão de plays no Spotify e, pra mim, é como se estivesse ajudando toda essa galera com a minha música. Estou realizando um sonho."

Novo nome da cena que movimenta a agora conhecida como Nova MPB, a carioca Miranda conta que a canção apareceu em um momento de muitas reflexões pessoais “Ela apareceu em um momento da minha vida que eu não estava pronta. Não tinha vivido o suficiente para passar tudo nos versos e acordes. Depois de alguns períodos, perdas e evoluções, eu sentei e a letra veio, como se estivesse psicografando, sabe? Eu quero que esta nova fase na minha vida musical seja doce, este é meu primeiro trabalho em parceria com uma gravadora e eu tô bem empolgada com isso. Amei Gravar. Amei o resultado do trabalho, estou curtindo cada momento”, comenta a cantora. 

Sobre estar entre os nomes fortes do movimento musical, ela afirma gostar especialmente da forma simples como os participantes costumam escrever sobre a vida. "Anavitória, Tiago Iorc, Roberta Campos, são meus favoritos, especialmente pela musicalidade que me toca muito. A Tiê também faz parte dos meus favoritos, mas, ela é um amor diferente, sou muito fã", diz a cantora, que teve a oportunidade de conhecer seu ídolo pessoalmente. "Meu sonho é fazer um dueto com ela, fiquei tão emocionada quando a conheci, pois sou fã desde a adolescência. Foi com ela que comecei a musicar meus poemas, ela me inspirou. Do nada, ela me mandou uma mensagem no Instagram, depois de ter escutado Eu Não. Chorei tanto e ela ainda postou um stories ouvindo a música, quase desmaiei. Soube, alí, que estava no caminho certo!"

 

Por Tainá Goulart
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

NOVELAS

  1. 1 ‘O Tempo não para’: Marocas barra Betina de ser madrinha do seu casamento
  2. 2 Confirmado! IZA pilotará o 'Música Boa Ao Vivo' em 2019
  3. 3 'Malhação', urgente! Vagner é vítima de bala perdida
  4. 4 Direto de ‘O Sétimo Guardião’: Valentina descobre fetiche de Machado
  5. 5 Paulo Gustavo transforma ‘Minha Mãe é uma Peça’ em série